Inter descarta novas contratações e já pensa em alternativas para encarar altitude na Bolívia

Saiba mais detalhes da repercussão da classificação do Inter na Libertadores

Com gols de Gabriel Mercado e Alan Patrick no tempo normal, o Inter forçou os pênaltis ao vencer o River Plate por 2×1  no Beira-Rio e avançou às quartas de final da Libertadores para encarar o Bolívar, da Bolívia. E o sonho do tricampeonato continental está nas mãos do atual grupo de atletas, que não deverá ganhar novos acréscimos no mercado.

Em breve coletiva dada depois da classificação de terça-feira, o presidente Alessandro Barcellos falou sobre a atual situação do mercado da bola e indicou que não vem mais ninguém:

Veja também:
1 De 6.090

“A janela está fechada, né. Não tem contratações, a não ser atletas que estejam livres. Não são muitas as opções que o mercado oferece, e a gente confia muito neste grupo que está aí. Trabalhamos para que este grupo chegasse neste momento se fortalecendo, crescendo, juntamente com o trabalho da comissão técnica, que vai sendo a cada dia mais assimilado”, comentou.

Inter admite dificuldade com a altitude

Na sequência da Libertadores, o Inter não imagina nenhum tipo de facilidade diante do Bolívar, que, além de estar fazendo campanha surpreendente, tem a altitude da Bolívia a seu favor. O primeiro jogo será fora de casa na semana do dia 23 de agosto e a volta, em Porto Alegre, ocorre na semana do dia seguinte.

“É ter os pés no chão. O Athletico-PR fez a final do ano passado e foi eliminado pelo Bolivar. Já tenho uma certa experiência com estes jogos. Em Libertadores, qualquer time é perigoso. Não adianta achar que é mais fraco ou mais forte. Temos que jogar como jogamos hoje (terça-feira) para melhor. Se a gente quiser passar pelo Bolívar, tem que ser neste pensamento”, disse Renê.

“Influencia muito. A gente tem dificuldade para respirar e a bola fica mais rápida. Mas, quem quer ser campeão da Libertadores, não escolhe adversário e nem lugar para jogar. É se preparar da melhor maneira possível, chegar lá e fazer um grande jogo”, acrescentou o canhoto.

Antes de voltar a jogar pela Libertadores, o Inter tem o líder Botafogo pelo Brasileirão neste sábado, fora, às 21h e depois o Fortaleza, no outro final de semana, em casa.

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas