“Se não defendo, faço”: Rochet diz que bateu três pênaltis na véspera do jogo e errou dois

Goleiro uruguaio se tornou o grande nome da classificação do Inter em cima do River Plate

Publicidade

Apesar de não ter defendido nenhum pênalti do River Plate na disputa final no Beira-Rio, pelas oitavas da Libertadores, o goleiro uruguaio Sergio Rochet recompensou os colegas e a torcida do Inter ao converter a última cobrança. Ele mesmo brincou com o fato nas redes sociais depois da classificação rumo às quartas: “Se eu não defendo, eu faço”.

Veja também:
1 De 5.985

Após a vitória e a comemoração no vestiário, Rochet apareceu na zona mista do Beira-Rio para dar entrevista e admitiu não ter treinado muito as suas batidas de pênalti. Na véspera, segundo ele contou, cobrou três e marcou somente um:

“Eu às vezes bato. Ontem bati três e errei dois. Um foi na trave. Mas tive confiança e por sorte consegui fazer o gol. O grupo me recebeu muito bem, agradecer ao Vitão por ter entendido e me dado a bola. Dos três que treinei, um foi fora e outro foi na trave (risos). Mas estava com confiança e deu certo”, disse o goleiro, antes de acrescentar:

“A partida foi muito parelha. Sofremos um pouco no segundo tempo lá em Buenos Aires. Aqui conseguimos estar um pouco mais dentro do jogo durante toda a partida e conseguimos a classificação. Nossa torcida foi fundamental. Libertadores é isso aí, soubemos aproveitar quando a torcida nos empurrou”.

Inter conta com Rochet contra o Bolívar

Depois de desbancar o River Plate, que é sempre apontado como um dos favoritos, o Inter terá pela frente o Bolívar, da Bolívia, algoz do Athletico nos pênaltis na Arena da Baixada também nesta terça. O jogo de ida será na Bolívia e a volta ocorrerá no Beira-Rio, em Porto Alegre. As datas, ainda a serem confirmadas pela Conmebol, serão nas semanas dos dias 23 e 30 de agosto.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas