Classificação sobre o River Plate faz Inter quebrar o recorde de público do novo Beira-Rio

Inter teve o goleiro Sergio Rochet como herói em sua classificação às quartas da Libertadores

Publicidade

Com 50.479 pessoas presentes nesta terça-feira, o Inter viu a sua classificação sobre o River Plate nas oitavas da Libertadores marcar a quebra de recorde de público do novo Beira-Rio, que foi reformado para a Copa do Mundo de 2014. Antes, o recorde era a final da Copa do Brasil da temporada de 2019, que foi perdida pelo placar de 2×1 para o Athletico. Veja o ranking atualizado:

1) (9)2×1(8) River Plate (2023) – 50.479
2) 1×2 Athletico-PR (2019) – 50.355
3) 1×1 Flamengo (2019) – 49.614
4) 2×0 Nacional-URU (2019) – 48.530
5) 2×2 River Plate (2019) – 47.012

Veja também:
1 De 6.010

A classificação na noite desta terça-feira teve contornos de drama. Depois de vencer no tempo normal por 2×1 com gols de Gabriel Mercado e Alan Patrick, o Inter precisou dos pênaltis para passar de fase. Quando teve a chance de matar o confronto, Carlos De Pena errou. Mas, depois, na segunda chance, o goleiro Sergio Rochet chamou a responsabilidade e converteu.

“Uma noite fantástica. Foi a maneira ideal de combinar um jogo perfeito, que quase nos escapa por uma situação no fim. Foi sofrido, mas isso é o Inter. Merecíamos classificar”, disse o arqueiro na saída de campo.

Inter x Bolívar

Pela frente, o Inter terá o Bolívar como adversário nas quartas de final – o time boliviano bateu o Athletico na Arena da Baixada também nos pênaltis. O segundo jogo será no Beira-Rio e as datas-base do confronto são os dias 23 e 30 de agosto.

Leia mais:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas