fbpx

Com Inter de olho, Benedetto desabafa sobre pênaltis perdidos e responde se pode deixar o Boca Juniors

Atacante argentino de 32 anos tem deixado a torcida colorada agitada nas redes sociais

A mais nova bola da vez da torcida colorada é Darío Benedetto, que tem sido insistentemente citado nas redes sociais como uma possível alternativa ideal para o ataque do time de Mano Menezes. O fato é que a direção colorada irá buscar um centroavante assim que a janela reabrir, no dia 18, mas existe total cautela em relação ao nome do argentino.

Mas, de acordo com o jornalista Gustavo Berton, da ESPN, já não é apenas especulação de rede social. Ele informou nesta quarta-feira que o Inter realizou uma sondagem pelo atleta de 32 anos, cujo contrato com o Boca Juniors vai até dezembro de 2024. No entanto, o alto salarial seria um primeiro obstáculo a ser superado.

“O clube colorado fez uma sondagem pelo empréstimo até o fim do ano do atacante, que tem contrato até dezembro de 2024 com o Boca, e os argentinos deram sinal verde para uma negociação, aceitando a condição. Entretanto, segundo também apurou Berton, há uma divergência entre os dois clubes em relação ao salário de Benedetto, o que neste momento impede um avanço maior da negociação”, diz matéria da ESPN.

Inter? Benedetto abre o jogo

Também nesta quarta-feira, à ESPN Argentina, o jogador quebrou o silêncio e falou, dentre outros temas, sobre os seus dois pênaltis perdidos na recente eliminação para o Corinthians nas oitavas da Libertadores na Bombonera – um no tempo normal e outro na decisão final.

“Foram dias difíceis após a eliminação na Libertadores, errando dois pênaltis. Sebastián Battaglia se foi [o técnico foi demitido]. Tudo em uma semana. Teria mudado a história da partida se tivesse marcado o pênalti durante o tempo normal. O primeiro pênalti me deixou amargo. Mas sou atacante e sigo tentando. Eu pedi para bater na disputa de pênaltis, e fiquei com uma raiva tremenda. Me senti muito culpado, por isso as lágrimas. Sinto isso como jogador e como torcedor do Boca”, lamentou, antes de dizer que não pensa em sair:

“Sou um agradecido dos torcedores do Boca. Pelas mensagens que mandam, pelo apoio. Devo demonstrar em campo com gols para retribuir o que me dão. Em nenhum momento pensei em sair do Boca”, finalizou.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas