fbpx

Biel explica confusão no final da partida, cita até Neymar e acusa banco do Guarani de mandar bater

Jovem atacante gremista marcou o segundo gol na vitória de 2x1 no Brinco de Ouro da Princesa

Autor do segundo gol do Grêmio na vitória de 2×1 sobre o Guarani, fora de casa, nesta sexta-feira, Biel foi protagonista de um desentendimento entre os jogadores logo após o fim do duelo no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela Série B. Depois da partida, ele acusou o banco do time mandante de mandar bater após uma jogada de efeito que praticou.

“Foi uma hora que tentei dar um lençol. Tentei jogar futebol. Alguém do banco deles falou: “dá uma chegada nele”. Eu falei: ‘Entra aqui e faz isso’. Depois reclamaram de eu tentar um lençol. E ninguém falou com o banco deles para não dar uma chegada em mim. Vir na bola é tranquilo, mas vir na maldade é errado”, disse, na zona mista do estádio, antes de citar até mesmo Neymar:

“É recurso. Se fosse o Neymar ninguém falaria nada, mas está tranquilo”, completou o atacante, que segue sendo titular sob comando de Roger Machado.

Antes disso, Biel ainda teve um choque com Rodrigo Andrade, do Guarani, seguido de discussão em campo. O árbitro Savio Pereira Sampaio foi chamado para rever o lance no VAR, mas manteve a decisão de não aplicar cartão vermelho para o jogador do Bugre.

Momentaneamente no 2° lugar da tabela de classificação com 40 pontos, o Grêmio já volta a jogar nesta terça-feira, 19h, na Arena, diante do Operário.

Veja mais notícias do Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas