Notícias do Inter e notícias do Grêmio | Zona Mista

Abel relembra gesto de grandeza em jogo da expulsão de Rodinei, mas mantém frustração por vice: “Na mão grande”

Treinador histórico do Inter por pouco não fez o time sair da fila de títulos brasileiros

Novamente fora do futebol após sair do Fluminense ainda no início do atual Brasileirão, o técnico Abel Braga lamenta até hoje o desfecho da edição de 2020 do campeonato. Ele foi o nome escolhido pela direção do Inter para substituir Eduardo Coudet, que, de forma surpreendente na época, resolveu aceitar um convite do Celta de Vigo, da Espanha. Com Abel, o colorado chegou a vencer nove partidas seguidas e liderou o campeonato faltando poucas rodadas para o fim.

Em um jogo contra o Flamengo, no Maracanã, uma vitória bastaria para o Inter garantir a taça, mas, após sair na frente com gol de pênalti de Edenilson, o clube gaúcho sofreu a virada de 2×1. Com o placar empatado no começo do segundo tempo, o árbitro Raphael Claus expulsou Rodinei por entrada em Filipe Luís, que teve gesto destacado por Abel em nova entrevista.

“Filipe Luís é um cara fantástico. Caráter acima. A atitude desse cara naquele Flamengo x Inter, que nos tiraram o campeonato na mão grande… o Filipe teve aquela postura: ‘Não era pra vermelho’. Aquele título era pro Inter, 40 anos sem ganhar. Antes teve aquele jogo de 2005 contra o Corinthians. E depois essa”, disse o treinador ao jornalista Rica Perrone.

Depois, o Inter ainda teve a chance de ser campeão se vencesse o Corinthians em casa, já que, paralelamente, o Flamengo perdia para o São Paulo no Morumbi. Mas o 0x0 no Beira-Rio, repleto de decisões polêmicas do árbitro Wilton Pereira Sampaio, impediu a conquista e fez o colorado terminar como vice-campeão:

“A bola quando foi cruzada o juiz apitou. Ninguém disputou bola com ninguém. Ele simplesmente apitou antes dando falta no Cássio (sobre gol anulado por falta de Abel Hernández). E o pênalti, algumas rodadas antes, teve um jogo entre Grêmio e Flamengo em Porto Alegre e o juiz deu pênalti em lance igual. A arbitragem brasileira é difícil”, lamentou Abel.

Apesar da aprovação de parte da torcida e imprensa pelo trabalho de Abel, a direção optou por não continuar com ele e apostou em Miguel Ángel Ramírez, que não durou até o meio do ano no cargo em 2021.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Estamos no Telegram e WhatsApp (Link)

    Estamos também no Telegram:
  • Clique aqui para entrar no grupo para acompanhar as notícias do Inter
    Estamos também no WhatsApp:
  • Clique aqui para entrar no grupo 24 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 22 para acompanhar as notícias do Inter.
  • Clique aqui para entrar no grupo 21 para acompanhar as notícias do Inter.

Publicidade