fbpx

Presidente do Athletico detona Santos e diz que Inter e Grêmio estão endividados: “Problema é deles”

Mario Celso Petraglia manteve o perfil polêmico ao falar da situação de outros clubes

Mantendo o seu perfil polêmico e de entrevistas contundentes, o presidente do Athletico, Mario Celso Petraglia, usou a apresentação do volante Fernandinho para criticar a situação de outros clubes brasileiros. O Santos, por exemplo, foi duramente detonado, enquanto Inter e Grêmio também tiveram as suas atuais condições financeiras observadas de forma crítica.

“Para mim, me desconforta muito que ‘ele teve ofertas de clubes grandes’. Nosso clube é grande. Teve ofertas de clubes grandes você afirmou. Ele optou por um clube grande e todo o projeto que representa o Athletico”, disse Petraglia sobre Fernandinho, antes de ampliar:

“Falar em Santos? O Athletico passou o Santos de trator. Não passou naquilo que vocês têm consciência que levam anos, décadas, que é a formação da torcida. Mas, no resto, o que o Santos significa perto do Athletico Paranaense? O Santos não tem teto. Baixou seu teto porque está quebrado. O Corinthians baixou seu teto porque está com problema. O São Paulo baixou seu teto porque está com problema, tanto que o Daniel (Alves) saiu de lá porque o salário era muito alto. Ainda quem mantém um teto alto é o Palmeiras pela mecenas que tem. A Leila quer ser campeã do mundo porque é uma piada, um meme, o Palmeiras não é campeão do mundo, e ela quer quebrar isso (risos). E vá para o Rio de Janeiro: Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco… Vá para Minas Gerais e depois esqueça o resto”, disparou.

Petraglia colocou que Inter e Grêmio se encontram endividados e ainda foi mais além ao dizer que “o problema é deles”:

“Façam uma análise do Rio Grande (do Sul) ao Nordeste, para não falar do Norte do Brasil porque realmente… Se tem algum projeto com a viabilidade do Athletico Paranaense. Pegue os dois gaúchos: endividados. Problema deles, não temos nada com isso, e isso não me compete analisar. Fazemos o benchmark de todos os clubes todos os anos. Analisamos todos os balanços. Daí o Paraná, não vou falar dos coirmãos, vocês conhecem muito bem. Pulei Santa Catarina porque não tem representatividade de clubes grandes”, encerrou.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas