fbpx

Aguirre pretende testar Yuri Alberto e Guerrero juntos e revela se pediu novo reforço com a saída de Galhardo

Treinador uruguaio do Inter abordou questões sobre os atacantes do time neste domingo

Usar Yuri Alberto e Paolo Guerrero juntos, desde o início de uma partida, é algo que passa pela cabeça do técnico uruguaio Diego Aguirre. Embora isso ainda não tenha sido visto no Brasileirão, ele admitiu ser possível escalar essa formação com dois centroavantes em alguma partida futura. Neste domingo, Guerrero novamente foi reserva e entrou no segundo tempo de Santos 2×2 Inter, em São Paulo.

LEIA MAIS – Defendido por Aguirre, Boschilia “responde” críticas de torcedores no Twitter após empate contra o Santos

Na visão de Aguirre, os dois jogadores se “complementam” em campo e no caso específico do peruano, que vem readquirindo ritmo de jogo após a lesão no joelho, a evolução já é flagrante:

“Assim como jogaram Thiago e Yuri juntos, podem jogar Paolo Guerrero e Yuri. São jogadores que se complementam. Fico feliz, a volta de Paolo é uma realidade. Cada vez com mais minutos, mais motivado, trabalhando muito”, declarou Aguirre.

Em relação a Thiago Galhardo, citado na resposta acima, o técnico confirmou que ele está de saída e não descartou a chegada de um novo reforço. A tendência é que o atacante de 32 anos se apresente no Celta de Vigo, da Espanha, nos próximos dias.

“Se eu pedi algum reforço? Na verdade, não. Para trazer jogador para que praticamente não jogue ou não ser do nível do que temos, eu prefiro que não. Se tiver alguém que realmente possa jogar, que seja bem-vindo”, explicou o comandante.

Com o resultado na Vila Belmiro, o Inter foi para o 10° lugar na tabela de classificação com 22 pontos e enfrenta na próxima rodada o Atlético-GO, domingo, fora, às 18h15.

Confira outras respostas de Diego Aguirre em sua coletiva virtual de imprensa:

“Hoje não fizemos um bom jogo técnico, mas não faltou entrega em nenhum momento. Tentamos transmitir confiança. Vamos acreditar, vamos confiar no trabalho. Temos que lutar até o fim e hoje foi isso. Acreditaram, tentaram e no final tivemos um empate merecido”
.
“Começamos bem, tivemos algumas situações para marcar e não conseguimos. Santos teve um bom momento onde conseguiu virar o jogo. Inter não desistiu, em todos os momentos foi buscar o gol de empate. Claro que queríamos a vitória”
.
“Paulo Victor fez um jogo muito bom contra o Flamengo no Maracanã. Depois optei por Moisés, mas qualquer um que jogar estou tranquilo. Os jogadores têm que trabalhar e brigar pela posição”
.
“Quando o time rival consegue encontrar gols, geralmente é pela qualidade deles ou porque acontece um erro. Erros defensivos são normais. Defensivamente o time melhorou bastante. Temos que continuar trabalhando. Tivemos alguns erros”
.
“Minha previsão é jogo a jogo. Não gosto de pensar em dois jogos ao mesmo tempo. Previamente imaginávamos que se pudéssemos fazer 4 pontos de 6 fora de casa, está bem. Hoje conseguimos um, precisamos ganhar o próximo”
.
“Temos uma semana cheia para trabalhar e preparar para o próximo jogo. Agora prefiro não falar (sobre escalação), pois preciso de uns dias para trabalhar e analisar qual a melhor opção para sair jogando fora de casa, em Goiás”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas