fbpx

Vai agora ou só depois? Medina avalia situação de Yuri Alberto e cita a única posição que não pensa em reforços

Treinador colorado preferiu deixar o tema envolvendo o centroavante para a direção do clube

No primeiro jogo sem Yuri Alberto, o técnico colorado Alexander Medina preferiu valorizar a atuação de Wesley Moraes na vitória por 2×0 sobre o União Frederiquense, deixando os assuntos envolvendo o mercado de transferências apenas para a direção. Em sua coletiva, o treinador evitou afirmar que já não conta mais com Yuri para a sequência da temporada do Inter, adotando um visível tom de mistério.

LEIA MAIS – Wesley Moraes estreia com o pé direito, marca gol e é “homenageado” pelos colegas na comemoração; assista

A última informação é de que o Zenit ofereceu mais 5 milhões de euros para ter o jogador de forma imediata, com a tendência de que o artilheiro sequer voltasse ao Beira-Rio – confira aqui os valores a serem ganhos pelo Inter na transação.

“Sobre Yuri Alberto, é uma pergunta aos dirigentes. Podem responder melhor que eu. Se for importante para o clube, a diretoria vai responder melhor sobre como está a situação de Yuri”, desconversou Medina, que fez uma comparação de características com Wesley Moraes.

Yuri Alberto
Yuri Alberto fez gol no primeiro jogo do ano diante do Juventude – Foto: Divulgação/Inter

“Fico muito feliz pela partida que Wesley fez. É diferente que o Yuri. Ele é mais pivô. Já o Yuri é um jogador que se associa mais e joga por toda a frente de ataque. Wesley é mais de área. Dentro de um plantel, temos que ter variações porque os jogos não são iguais”.

Em relação a reforços, o treinador uruguaio confirmou que o clube está buscando nomes para todas as posições, exceto entre goleiros. Medina está satisfeito com Daniel, Keiller e os jovens da base, mas, no restante do plantel, deseja fortalecer a competição interna por vaga no time.

Com 6 pontos assegurados na tabela do Gauchão, sendo o líder após duas rodadas, o Inter volta a atuar na quarta-feira, 19h, fora de casa, frente ao São Luiz.

Confira outras falas de Medina na coletiva de sábado:

D’Alessandro

“Não vamos discutir a qualidade que tem Andrés para jogar. Os bons jogadores não se olha a identidade, se tem 41 anos ou tem 17. Andrés tem uma trajetória importante. Acredito muito nos jogadores que têm uma aura diferente no clube. Ele é muito identificado com a história recente do Inter. Ganhou títulos. Está muito feliz aqui e transmite isso. Para algumas pessoas pode surpreender essa atuação, mas vendo ele treinar e vendo a aura que tem pelo clube isso resulta nessas atuações. Entrou muito bem, tocando a bola, virando o jogo e gerando situações. Depois o gol de falta. Não me surpreende. E me alegro por ele. Sei o quanto o faz feliz estar no Inter e estrear com vitória e gol é muito importante para ele”

Evolução do time

“Viemos bem. Viemos trabalhando duro. Há muita coisa que se vem dentro das partidas. Vamos seguir crescendo, vamos seguir vendo os jogadores, que não somaram minutos e vão ter nos próximos jogos”

David

“David tem a características de poder ir pelas duas pontas. Mauricio também, outro dia entrou pela direita, hoje pela esquerda. David o mesmo, se adapta jogar por ambas as pontas. Todos estamos conformes com os rendimentos de todos”

Estreia no Beira-Rio

“É uma satisfação e um prazer pisar pela primeira vez no Beira-Rio como treinador do Inter. A torcida nos recebeu muito bem e pudemos dar uma vitória de presente a eles. Recebemos o apoio durante toda a partida e isso foi importante”

VEJA MAIS – Estreantes, Wesley Moraes e David comemoram vitória do Inter no primeiro jogo no Beira-Rio em 2022

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas