fbpx

Torcedor leva família no aeroporto após Maicon ajudar no tratamento de câncer da esposa: “Muitos não sabem do caráter dele”

Brunno Delfino de Souza levou os três filhos para agradecer Maicon nesta segunda-feira

Desde que foi anunciado o retorno de Maicon a Porto Alegre para a manhã desta segunda-feira, o torcedor gremista Brunno Delfino de Souza não pensou duas vezes em pegar os seus três filhos, Eduardo, Matheus e Luriana para ir mostrar presencialmente a sua gratidão ao volante. Através de uma iniciativa do jogador, Brunno recebeu a ajuda necessária para viabilizar o tratamento de câncer da esposa, Eduarda.

LEIA MAIS – Homenagens, coletiva de imprensa e presença do presidente: Grêmio anuncia ações de despedida ao volante Maicon

A história aconteceu em 2020 e teve início quando um dos filhos de Brunno mandou mensagem privada para Maicon no Instagram. E a resposta prontamente veio.

“Minha esposa foi diagnosticada com câncer na medula, no rim e no útero. Uma das cirurgias o convênio não conseguia cobrir. Como eu vendia espetinho e minha esposa não estava trabalhando, meu filho pediu uma camisa para doar para fazer uma rifa. A gente achou que de repente não seria ele, mas o Maicon entrou em contato comigo para comparecer ao CT que ele conseguiria uma camisa dele para ajudar o custo do tratamento”, disse Brunno, ao Globoesporte.com, antes de completar:

“A gente veio agradecer mesmo. (Maicon) Sabe a gratidão que a família tem por ele. Em nome da minha família, muito obrigado, Maicon! Muita gente não sabe teu caráter. Só falam do campo, mas o extracampo é um exemplo para muitos”.

Além de Brunno, muitos outros gremistas reservaram a manhã de segunda-feira para estarem junto com o antigo camisa 8 no Salgado Filho. O jogador se emocionou ao dar entrevista e fez novas juras de amor ao Grêmio – confira as suas principais falas à imprensa presente:

“Dentro de campo tentei ser eles, peço desculpas por alguma vezes ter errado, mas sem dúvidas o Grêmio vai ficar para sempre no meu coração, essa torcida. Muito obrigado por tudo, só tenho a agradecer eu e minha família. É muito gratificante ser recebido desta maneira. Não era a saída que eu queria, da maneira que foi, mas foi bom. Tenho passado por algumas dificuldades, tenho feito infiltrações para poder jogar”
.
“Neste último ano de contrato, não ajudar da maneira que gostaria, acho que é um momento de dar uma parada, em comum acordo com a diretoria, com o presidente, meu empresário, acho que era o momento de dar uma pausa, me recuperar e pensar se ano que vem volto a jogar. Mas o Grêmio vai ficar na minha história, foi o melhor momento da minha carreira, onde mais conquistei títulos, e isso não tem preço”
.
“É gratidão. Vou amanhã (terça) ao clube me despedir dos companheiros (chora). Muita gente me mandando mensagem, me agradecendo, só tenho que agradecer, o que posso pedir é apoio aos companheiros, esse segundo turno vai ser diferente e vamos sair dessa”
.
“Que eu possa voltar e fazer como o Renato fez, fez história como jogador e treinar. Isso me deixa feliz, ver uma criança, senhores de idade reconhecendo o que fiz pelo clube. Ficará marcado para sempre na minha vida e da minha família, dos meus amigos. Agradecer a todos no clube, presidente, Felipão, com ele cheguei e agora saí, agradecer ao Renato pela parceria nestes anos todos, com títulos e muita alegria”

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas