Torcedor do River Plate segue internado em Porto Alegre após levar pedrada antes de ir ao Beira-Rio

Situação de violência aconteceu antes da vitória do Inter nos pênaltis na terça-feira

Um torcedor do River Plate levou a pior ao ser atingido por uma pedra quando estava em um ônibus, saindo do centro de Porto Alegre, a caminho do Beira-Rio na última terça-feira. Ele tem 26 anos e é identificado como Enzo Ricardo Barreto, que sofreu traumatismo craniano pelo impacto e ainda se encontra internado no Hospital de Pronto Socorro – HPS, onde já deu depoimento à polícia.

Por sorte, o torcedor não corre risco de morte, mas segue sob cuidados no hospital sem previsão de ter alta – no domingo, realizará novos exames. O River Plate, ciente do caso, pagou a passagem dos pais de Enzo para que pudessem estar junto do filho durante a recuperação.

Veja também:
1 De 6.127

A agressão, segundo informações do Globoesporte.com, teria acontecido por volta das 19h, quando o ônibus em que Enzo estava, junto a outros torcedores do River, passou pela Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, no caminho para o Beira-Rio. A polícia afirma que este veículo não fazia parte da caravana escoltada pela BM.

No momento, os policiais seguem buscando imagens de câmeras de segurança do local para tentar identificar suspeitos e ainda não sabem dizer de quem partiu a agressão.

Pai do torcedor do River Plate se manifesta

César Ricardo Barreto, pai de Enzo, concedeu uma breve entrevista ao site GZH após chegar a Porto Alegre acompanhado de sua esposa. Ele deu mais detalhes da situação do filho e lamentou o caso de violência antes do jogo de terça:

“A verdade que é triste porque foi inesperado. Foi um golpe de pedra que impactou na cabeça, caiu e ele bateu o outro lado da cabeça, isso ocasionou uma fratura. Agora, ficou com um coágulo na cabeça, que estamos na espera disso ser eliminado com os medicamentos. Assim que recebi a notícia, a partida passou ao segundo plano. Nós somos fanáticos, mas a saúde vem em primeiro lugar. Tenho certeza de que voltaremos toda a família para o estádio. Ele terá que se recuperar um tempinho antes, né. Mas com certeza vai querer voltar a ver o River Plate logo, como toda família. Isso não vai o impedir de voltar ao clube”, declarou.

Em 2022, por caso semelhante, um Gre-Nal válido pelo Gauchão, que seria disputado no Beira-Rio, precisou ser adiado. Na época, um torcedor do Inter acertou uma pedrada no ônibus do Grêmio e o volante Villasanti sofreu lesões em sua face.

Leia mais notícias coloradas:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas