“Pior gol da minha vida”, lembra Rafael Sobis sobre reencontro com o Inter como adversário

Ex-atacante também teve passagens por Fluminense e Cruzeiro no futebol brasileiro

Publicidade

Um ano depois de ser bicampeão da Libertadores pelo Inter, inclusive com gol na final diante do Chivas, Rafael Sobis voltou ao Beira-Rio como adversário. Ainda em seu início com a camisa do Fluminense, ele inclusive marcou gol em uma vitória dos cariocas por 2×1 pelo Brasileirão. Mas, claro, não comemorou – e hoje confessa ter sido o “pior gol” da carreira.

“Foi o pior gol da minha vida. Assim, de me sentir mal mesmo, de enfrentar o Inter, no Beira-Rio, depois de tudo. Eu cheguei a falar isso na época”, destacou Sobis em entrevista ao jornalista Filipe Gamba, no YouTube.

Veja também:
1 De 5.985

Antes de acertar com o Fluminense, Sobis revela ter pensado em parar de jogar futebol. As dores no joelho eram grandes e o Inter não quis renovar o seu contrato. Até que o técnico Abel Braga o convenceu a ir para o Rio de Janeiro:

“Em 2011, no ano seguinte ao título da Libertadores do Inter, eu sofri com muita lesão, muita dor no joelho. Tanto que o Inter não quis seguir comigo. Pensei em parar de jogar futebol, tive síndrome do pânico. Até que o Abel Braga chegou em mim e insistiu para que eu fosse ao Fluminense. Eu não queria, mas ele insistiu, pediu uma chance e eu acabei indo. Graças a Deus, não tive mais dor no joelho e consegui jogar”, finalizou.

A entrevista de Sobis:

Saiba mais notícias coloradas:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas