Grêmio não descarta nova cirurgia em Carballo; saiba quando voltam os outros lesionados

Volante uruguaio segue manifestando dores na região do púbis

Publicidade

Ainda sem jogar na temporada de 2024, o volante Felipe Carballo segue gerando cuidados especiais e debate interno no Grêmio, que não descarta nem mesmo a realização de uma segunda cirurgia de correção de dores no púbis – a informação é do portal GZH. A preocupação do clube é com o atraso na recuperação do jogador, já que ele voltou a relatar dores no local nas últimas semanas.

Carballo fez a primeira operação no final de dezembro, no Uruguai, com uma expectativa de que a recuperação pudesse ser curta. Mas, neste momento, não há prazo estabelecido para a sua volta. Ele, por exemplo, tem mínimas chances de voltar ainda para a disputa do Gauchão.

“Segue em tratamento, passou por um procedimento cirúrgico no púbis, é uma região delicada e cada um reage de uma forma. Ele está passando por fisioterapia. A gente confia muito no potencial dele”, avaliou o vice de futebol Antônio Brum em coletiva recente.

Após brilhar com a camisa do Nacional, do Uruguai, na temporada de 2022, Carballo foi adquirido pelo Grêmio em janeiro de 2023 por cerca de R$ 15 milhões e assinou contrato até 2026. No primeiro ano de clube, fez 40 partidas e deixou dois gols marcados, sendo um deles em Gre-Nal na Arena pela fase inicial do Gauchão.

Ele, aliás, era um jogador constantemente chamado pela Seleção Uruguaia até ficar impossibilitado de jogar pelas dores no púbis. Em função das seguidas convocações, o Grêmio se preocupou em buscar reposição e trouxe, nesta janela, os também volantes Dodi, ex-Santos e Du Queiroz, ex-Zenit.

Grêmio tem Carballo
Carballo foi investimento importante do Grêmio neste ano – Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Grêmio tem outros jogadores no Departamento Médico

Carballo, porém, não é o único jogador do Grêmio que está neste momento no Departamento Médico, já que os outros atletas também estão em recuperação, diminuindo as alternativas do técnico Renato Portaluppi para a montagem dos treinamentos e planejamento dos jogos.

Marchesín e Cuiabano, por lesões musculares na coxa ocorridas em momentos distintos, devem estar prontos para a fase semifinal do Gauchão. Para o Grêmio estar lá, porém, precisará vencer ou empatar com o Brasil de Pelotas, em casa, neste domingo, a partir das 18h30.

O zagueiro Bruno Uvini, habitualmente reserva de Geromel e Kannemann, também sofreu recentemente uma lesão muscular na coxa esquerda. Porém, por ter tido maior gravidade, a sua perspectiva de recuperação e retorno varia de um a dois meses.

Reinaldo, por lesão de ligamentos no joelho direito, também deve parar entre um a dois meses, enquanto o meia-atacante Jhonata Robert, por novo problema no joelho esquerdo, segue sem prazo para retornar. Da lista, o nome mais sentido pela torcida é o do venezuelano Yeferson Soteldo, que teve lesão de grau III no adutor da coxa direita na vitória sobre o Juventude pelo Gauchão. Ele é preparado para poder retornar no início do Brasileirão e para o decorrer da fase de grupos da Copa Libertadores.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO GRÊMIO:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas