fbpx

Edmundo chama ex-técnico do Inter de “pilantra”, explica irritação e dispara: “Que o diabo o tenha”

Ex-atacante e atual comentarista concedeu entrevista recente ao jornalista Duda Garbi

Em entrevista concedida nos últimos dias ao jornalista Duda Garbi, no YouTube, o ex-atacante e atual comentarista, Edmundo, reviveu histórias da carreira e admitiu ter mantido por muitos anos um atrito com o ex-técnico colorado Lori Sandri, já falecido. A irritação do “Animal” ocorreu quando ele jogava no futebol do Japão e foi dirigido por Lori ainda no começo dos anos 2000.

Em determinado momento da gravação, Edmundo tentava relembrar um treinador que teve no Cruzeiro, que era Ivo Wortmann, quando disparou:

“O Cruzeiro mandou o… lá do Sul, um loiro”, citou o ex-atleta, enquanto Duda questionou: “Lori Sandri?”, e Edmundo disparou: “Não, isso é um pilantra, que o diabo o tenha”.

Depois, Edmundo deu detalhes da bronca que manteve por muitos anos com Sandri. O antigo atacante havia feito sucesso em 2002 pelo Verdy Tokio, do Japão, mas Lori, que era o treinador do time na época, complicou a sua renovação:

“Eu renovei lá (com o Verdy Tokyo). E aí vem a história do Lori, que me sacaneou no ano seguinte (em 2003). Lá, para não pagar imposto, aquelas coisas, você faz contrato de 11 meses, porque com 12 meses se paga o imposto alto. Aí se faz o contrato de gaveta. Assinei por dois anos, mas era de gaveta. Aí chegava em 11 meses tinha que renovar, assinar de novo… aí o Lori não me deixou renovar. Não quis que eu renovasse para ele ganhar dinheiro nas outras negociações, essa é a grande verdade”, disparou Edmundo, em declaração recuperada pelo site Torcedores.

Nesta mesma entrevista, Edmundo contou que recebeu um convite para jogar no vitorioso Inter de 2006 – reveja aqui. Athletico Paranaense, Criciúma, Santa Cruz, Guarani, Juventude, além do Inter de 2004, fizeram parte do currículo de Lori Sandri.

D’Alessandro rasga elogios a Edmundo

Personagem emblemático da história recente do Inter, Andrés D’Alessandro reverenciou Edmundo em recente entrevista ao Flow Sport Club, onde lembrou do primeiro jogo no Brasil enfrentando o “Animal” atuando pelo Vasco em São Januário:

“Joguei contra ele quando eu cheguei. Tomamos 3 ou 4 em São Januário e ele fez dois gols. Eu olhava para ele, porque eu via o Edmundo pela TV. Pela Seleção e tal. Eu mal tinha chegado no Brasil e jogamos no Rio. E, pô, olhava de longe o bicho. Não pedi a camiseta nem nada. Hoje a gente se encontra, se fala pelo Instagram, é um cara muito gente boa”, declarou o argentino – veja abaixo:

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas