fbpx

Apresentado no Atlético-MG, Cuca faz contas para ser campeão e comenta reestreia contra o Inter no Beira-Rio

Técnico está de volta ao clube mineiro para a continuidade do Brasileirão e da Libertadores

Sete meses depois de deixar o Atlético-MG mesmo tendo sido campeão da Copa do Brasil e do Brasileirão, Cuca está de volta e vai fazer a reestreia pelo Galo exatamente diante do Inter, domingo, no Beira-Rio, a partir das 16h. Em coletiva de apresentação nesta terça-feira, ele projetou o jogo em Porto Alegre e fez contas para o time mineiro tentar o bicampeonato nacional.

“Tem que ganhar no mínimo 15 partidas. No mínimo. São 45 pontos, junto com 32, daria 77. E ainda torcer, no caso do Palmeiras, não fazer 78. Ele tem 39, não fazer mais 39. Tudo é número. Fácil falar. “Vamos ganhar 15 partidas, legal!”. São 19 (jogos). Não é assim. Como fazemos o cálculo agora, que não é mais começo do campeonato: jogo a jogo. Lá domingo contra o Internacional. É o cálculo que a gente tem, buscar o melhor lá contra o Internacional”, declarou.

Apesar de outros convites ao longo do primeiro semestre do ano, Cuca permaneceu sem trabalhar e dedicou tempo aos familiares. Ele explicou, agora, as razões para ter aceito o chamado atleticano:

“Eu recebi um chamado dos diretores e não tinha como negar. Se eu falasse “não” em um momento que o Atlético precisa de mim, eu acho que não seria justo com o que eles tanto fizeram por mim, não só os diretores, mas principalmente o Clube Atlético Mineiro em toda a minha trajetória. Eu venho contribuir da melhor maneira. Não é no ano que vem, são nesses três meses e meio que faltam para acabar o ano”, concluiu Cuca.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas