fbpx

Após polêmica, Lisca dispara contra presidente do Sport, é anunciado no Santos e deixa recado: “Empolgado demais”

Velho conhecido da torcida gaúcha comandará o Santos no segundo turno do Brasileirão

Dois dias depois de comandar o Sport no empate em casa em 0x0 diante do Vila Nova, pela Série B, Lisca já tem novo clube para continuar a carreira. De forma oficial, o Santos o anunciou nesta quarta-feira na vaga que era de Fabián Bustos, demitido após a queda na Copa Sul-Americana para o Deportivo Táchira, nas oitavas, dentro da Vila Belmiro.

Em um primeiro recado, publicado pelo site Globoesporte.com, Lisca já se mostrou bem “empolgado” pela nova missão, que será a sua primeira entre os quatro grandes paulistas:

“Muito feliz por essa oportunidade em um gigante do futebol brasileiro. O Santos é um clube histórico e estou empolgado demais. Acredito que possamos fazer um grande trabalho”, disse Lisca, que, ao mesmo portal, questionou a fala do presidente do Sport, Yuri Romão, sobre ter criado a narrativa de que seria insustentável seguir na Ilha do Retiro:

“Coitado do presidente do Sport. Então eu contratei os caras para jogarem cerveja em mim, para me xingarem e fazer todo o coro contra mim e acuar a minha família? De onde ele tirou isso? Eu paguei a multa. Eu pedi demissão do Sport”, comentou.

De acordo com informações do próprio Santos, Lisca chega junto do auxiliar técnico Márcio Hahn e do preparador físico André Volpi. O novo treinador inicia o trabalho na quinta-feira (21), comandando seu primeiro treino no CT Rei Pelé. No Peixe, ele reencontra Newton Drummond, o Chumbinho, que assumiu recentemente como executivo de futebol e por muitos anos trabalhou no Inter.

Sport Recife irritado com Lisca

O técnico afirma que pagou a multa rescisória de cerca de R$ 150 mil para sair do Sport, cujo presidente, Yuri Romão, fez um duro pronunciamento contra a sua postura:

“Tudo isso denota uma atitude antiética do treinador, que prejudicou não só o projeto. Eu falo de projeto porque quando fomos contratar, ele fez questão de conversar comigo e falamos do projeto de chegar a Série A. Inclusive de ele permanecer após o acesso. Recebemos há pouco o comunicado oficial assinado por ele em que ele pede a demissão do Sport”, disse, antes de ampliar:

“Ele deveria ter a hombridade de nos procurar e dizer a verdade, que ele está faltando com a verdade. Não só comigo, não só com nossa diretoria e instituição, mas também com nosso torcedor que tanto o abraçou. No quesito respeito, hombridade, ética, ele está do outro lado do alambrado. Ele pulou o alambrado”.

Lisca, que já declarou no passado que treinaria normalmente o Grêmio, tem um histórico no futebol muito ligado ao Inter. Ele trabalhou por muito tempo nas divisões de base do clube e assumiu o profissional nas três rodadas finais do Brasileirão de 2016, sem conseguir evitar o rebaixamento.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O GRÊMIO:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas