fbpx

Wanderson não vê problema em formar ataque com Pedro Henrique e comenta negociações para ficar no Inter

Atacante mais uma vez foi titular do time no empate sem gols contra o Melgar pela Sul-Americana

Um novo problema surge no horizonte do Inter, que, desde já, mira a volta das quartas da Sul-Americana contra o Melgar, quinta-feira, no Beira-Rio. Expulso, Alemão necessariamente será desfalque e o técnico Mano Menezes passa a ter duas opções principais: Braian Romero ou Pedro Henrique ao lado de Wanderson, atuando sem um camisa 9 de ofício.

O camisa 11, que foi titular no empate em 0x0 em Arequipa, afirmou não ver problema se tiver que atuar com Pedro no ataque sem uma referência de área:

“Com certeza. O elenco nosso tem muita qualidade. Não só nos dois. Não apenas nos 11 iniciais, mas no banco também temos qualidade. Independente de quem começar, temos tudo para ter um futuro brilhante. Levamos a decisão para dentro de casa e vamos brigar pelo resultado positivo”, prometeu.

Sobre o futuro, Wanderson declarou novamente querer ficar no Inter, embora tenha vínculo de empréstimo até dezembro junto ao Krasnodar, da Rússia. Ele tem os direitos econômicos fixados em 4,5 milhões de euros (R$ 24,2 milhões). Com o clube russo, o atacante possui contrato até o meio de 2024 e já há conversas em andamento.

“Eu estou focado em jogar e ajudar o Inter a ganhar títulos, que seria muito importante para mim. Gostaria de permanecer e tem pessoas tratando disso”, ampliou.

Antes de pensar na volta do Melgar, o Inter retoma o foco no Brasileirão e terá o Fortaleza como rival no domingo, 18h, no Castelão.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DO INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas