“Vergonha”: Paulo Victor detona arbitragem após expulsão, e súmula do juiz diz que lance gerou “confronto generalizado”

Jovem lateral-esquerdo colorado levou cartão vermelho por entrada dada em Yago Felipe, do Fluminense

Com poucos minutos em campo após entrar na vaga de Moisés durante o segundo tempo, o jovem lateral-esquerdo colorado Paulo Victor acabou expulso na derrota do Inter por 1×0 para o Fluminense, no Maracanã, depois de uma entrada com “força excessiva” em cima do rival Yago Felipe, segundo relatou em súmula o árbitro do jogo Felipe Fernandes de Lima.

Nas redes sociais, o jogador do Inter não escondeu a sua revolta e chamou a arbitragem de “vergonha”. Confira logo abaixo o post do atleta colorado e também o vídeo do lance:

Súmula do jogo explica vermelho a Paulo Victor

No documento oficial da partida, o árbitro Felipe Fernandes de Lima explicou a expulsão e ainda justificou que a entrada do lateral colorado acarretou em “confusão generalizada” na beirada de campo:

Dar uma entrada contra um adversário com uso de força excessiva na disputa da bola CD V1.8. outro motivo (detalhar no campo expulsões) – Expulsei com cartão vermelho direto o atleta nº23 sr. paulo victor de almeida barbosa, da equipe sport club internacional, por dar uma entrada (carrinho) por trás atingindo com seu joelho direto a parte posterior da coxa de seu adversário nº20 sr. yago felipe da costa rocha, da equipe fluminense football club, com alta velocidade, força desproporcional e com uso de força excessiva. gerando um confronto generalizado entre ambas as equipes. após ser expulso o jogador deixou o campo de jogo sem maiores problemas e o jogador atingido permaneceu no jogo normalmente“, escreveu o juiz.

Assim, Paulo Victor fica suspenso para enfrentar o Santos, domingo, 19h, no Beira-Rio – Dourado, pelo terceiro amarelo, também está fora desse duelo. O colorado é o 8° colocado no Brasileirão com 47 pontos ganhos.

Receba as notícias do Inter em primeira mão: