Tite presta solidariedade aos gaúchos, mas evita falar do Brasileirão: “Não quero tocar no assunto”

Técnico conduziu o Flamengo na vitória de 4x0 em casa sobre o Bolívar

Publicidade

Depois de conduzir o Flamengo na vitória de 4×0 sobre o Bolívar, no Maracanã, pela fase de grupos da Libertadores, nesta quarta-feira, o técnico Tite passou um novo recado de solidariedade ao Rio Grande do Sul, que vive uma enchente com efeitos catastróficos nas últimas semanas. Ele, no entanto, preferiu não falar sobre a decisão da CBF em adiar as duas próximas rodadas do Brasileirão.

“Eu não quero tocar nesse assunto, conscientemente eu não quero tocar e a direção externa. É a primeira vez que venho me pronunciar de forma pública, todo meu carinho, toda minha solidariedade, eu falei com o Roger e falei com meus familiares e as pessoas não sabem a dimensão da tragédia que está acontecendo”, disse Tite, antes de acrescentar:

“É muito fácil a gente ficar aqui agora, quem vivencia e quem ouve o relato das pessoas é uma coisa que eu não consigo imaginar, não consigo dimensionar… o que eu posso é com meu carinho, com meu auxilio com participação em todas as formas de ajuda (respira fundo) poder ajudar e ser solidário”.

Tite
Tite está no Flamengo desde 2023 – FOTO: Roberto Vinícius/Zona Mista

Flamengo era contra

O Flamengo, desde o início deste debate, se mostrou contra a paralisação do Brasileirão e teve a companhia de outros grandes clubes como Palmeiras e São Paulo. Também nesta quarta, o vice de futebol rubro-negro Marcos Braz expressou sua preocupação:

“A gente esperava a reunião da CBF no dia 27, mas foi feita essa determinação. Espero que o Flamengo não tenha mais jogos na Data Fifa. Por exemplo, nós iríamos jogar contra o Vasco no sábado com todo o elenco disponível. Não quero falar do Grêmio, na outra rodada, pois é uma situação diferente por razões óbvias. Espero que não amplie. A princípio, eram nove jogos. Agora espero que não passe para 10, 11, 12, 13, 14 jogos nos quais o Flamengo jogaria sem quatro ou cinco jogadores”, declarou, em referência à Copa América.

A nota oficial da CBF sobre o Brasileirão

Nos últimos dias, o Brasil se viu radicalmente afetado por uma tragédia ambiental sem precedentes na história, que impactou diretamente milhões de pessoas no Estado do Rio Grande do Sul e, por conseguinte, o futebol praticado no Brasil. Nesse sentido, não se pode olvidar que o esporte e a sociedade caminham concomitantemente, não podendo se separar ainda mais em um momento tão difícil para a população brasileira.

Sendo assim, a CBF, como entidade nacional de administração do desporto, se solidariza com cada vítima desse evento catastrófico, ressaltando que está empreendendo todos os esforços, no âmbito nacional e internacional, que estão ao seu alcance para colaborar com o povo gaúcho nessa drástica crise através de ações e iniciativas, sem prejuízo de outras que ainda serão desenvolvidas, caso necessário.

Desse modo, após consultar os 20 clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro e receber o pedido de 15 equipes pela suspensão da competição até o dia 27 de maio, a CBF reitera o compromisso público assumido de transparência e diálogo pela atual gestão e suspende as rodadas 7 e 8 do certame.

Os clubes que pediram a suspensão da competição são: 
(1) Atlético ClubeGoianiense; 
(2) Atlético Mineiro SAF;
(3) Club Athletico Paranaense; 
(4)Criciúma Esporte Clube; 
(5) Cruzeiro Esporte Clube SAF; 
(6) Cuiabá EsporteClube SAF; 
(7) Esporte Clube Bahia SAF; 
(8) Esporte Clube Juventude; 
(9) EsporteClube Vitória;
(10) Fluminense Football Club; 
(11) Fortaleza Esporte Clube; 
(12) Grêmio Football Porto Alegrense; 
(13) SAF Botafogo;
(14) Sport ClubInternacional; 
(15) Vasco da Gama SAF.

Tal decisão foi baseada também no pedido feito pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF), que encaminhou e endossou o pleito dos seus clubes filiados. A CBF informa também que a reunião do Conselho Técnico Extraordinária da Série A está mantida para o dia 27 de maio. Na conferência, os clubes vão deliberar sobre aspectos técnicos das competições bem como a situação de registro e transferência de atletas, questões jurídicas com relação aos acessos às competições internacionais como Libertadores, Sul-Americana e Mundial de Clubes e questões de direitos de transmissão e patrocínios.

Os presidentes das 10 federações com clubes envolvidos na competição também estão convidados a participar. As demais competições seguem sem alteração na programação, exceto os jogos dos clubes gaúchos que estão suspensos até o dia 27 de maio.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul