fbpx

Que resenha! Jornalista colorado pede para Wanderson “botar coberta e se agasalhar” e tira sorriso do jogador

Atacante vem sendo um dos grandes nomes do Inter na atual temporada de 2022

O jornalista colorado Lucas Collar tratou de dar a sua contribuição ao Inter visando o jogo contra o Botafogo, domingo, 18h, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. Em tom descontraído durante a entrevista com Wanderson, para o canal Vozes do Gigante, o repórter terminou a conversa pedindo para o jogador se cuidar com o frio de Porto Alegre e não virar desfalque por possível gripe.

“Wanderson, boa noite, dorme bem, bota uma cobertinha, fica bem agasalhado nesse frio do Rio Grande do Sul e se espirrar, saúde, pra domingo estar intacto”, brincou Collar – veja abaixo:

Wanderson, de 27 anos, já tem quatro gols marcados no Brasileirão e dois deles foram especiais na vitória ainda recente sobre o Flamengo, por 3×1, no Beira-Rio. O jogador está emprestado pelo Krasnodar-RUS somente até dezembro deste ano, mas a sua ideia é ficar mais tempo no colorado:

“É uma situação que acelerou um pouco. Até porque as coisas estão saindo bem em campo. O time da Rússia pediu a minha volta e eu deixei claro pra todos que eu quero ficar no Inter. Estou me sentindo muito bem, abraçado pela torcida e pelos meus colegas. A gente vai ter uma conversa ainda com os representantes. O meu pai virá essa semana também para resolvermos isso. Espero uma resposta positiva. É 100% que eu fico até o final do ano. Tenho contrato até lá. E estamos vendo para o Inter me comprar e assinar por mais temporadas”, explicou.

Confira mais falas de Wanderson ao Vozes do Gigante:

Trabalho de Mano Menezes

“O Mano é um cara bem sincero. Mas tem muita experiência no futebol e compartilha com todos nós essa experiência. Estamos ouvindo as coisas que ele nos passa. O trabalho com Medina foi curto. Não consegui conhecer muito. Apesar dele ter tido participação boa na minha vida. Não joguei com ele, mas as coisas acontecem assim. Estou feliz de trabalhar com Mano e estamos tendo bons resultados. O trabalho dele é muito bom. Dá moral para todos os jogadores, não só para os titulares”

Fase no Inter

“Eu estou muito feliz. Principalmente pelo carinho que estou recebendo. Isso me ajuda na rápida adaptação. É um sonho que vem sendo realizado, que é jogar no Brasil. Espero levantar uma taça com o Inter. É continuar dando o meu máximo em campo. Todo o nosso time precisa desse carinho da torcida. Para no final comemorarmos todos juntos”

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas