fbpx

Mano reclama da arbitragem, mas reconhece derrota e explica entrada de Heitor no time: “Mais do que óbvio”

Confira detalhes da coletiva de imprensa do técnico Mano Menezes após Colo-Colo 2x0 Inter

Ainda que tenha deixado uma reclamação à arbitragem pelo gol anulado de Estêvão, que deixaria o Inter em melhores condições para o jogo da volta, o técnico Mano Menezes reconheceu que o Colo-Colo mereceu a vitória em casa pelo placar de 2×0. Agora, visando a terça que vem, 21h30, pela volta das oitavas da Sul-Americana, no Beira-Rio, o time chileno jogará podendo até perder por um gol.

Mano, em coletiva, apontou alguns problemas de marcação e na criação no setor ofensivo como a falta de “aproximação” entre os jogadores. E também explicou a escolha pelo jovem lateral-direito Heitor na vaga do lesionado Bustos.

Derrota justa

“A gente criou pouco na parte ofensiva para construir um resultado diferente. O Colo-Colo foi merecedor da vitória. Não temos que reclamar de uma melhor sorte em termos de vitória ou empate porque não fomos merecedores de um resultado melhor. A meu ver, seria derrota de 2 a 1 porque fizemos um gol que deveria ter sido validado. Temos essas coisas que hoje mais atrapalham que ajudam”

Problemas do time

“Teve momento em que a gente ficou aceitando a marcação. Precisava de um pouco de movimentação para confundir a linha de 4 deles. Tivemos dificuldade para jogar. Quando tem menos espaço, tem que encontrar outras alternativas. Faltou aproximação para construir”

Entrada de Heitor

“Mais do que óbvia a opção pelo Heitor. Ele é o lateral reserva. Tem condições de estar no nosso grupo e jogar. Fez um primeiro tempo que a gente não apoiou e defendeu bem. A escolha do intervalo foi por defender melhor. E também não defendemos tão bem porque sofremos o gol, que a meu ver, não era pra se tomar nesse tipo de jogo”

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Inter:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas