Grêmio se reúne com Paulo Pimenta e solicita ações urgentes para as comunidades no entorno da Arena

Clube está preocupado com a situação das comunidades ao redor da Arena

Publicidade

Preocupado com a situação das comunidades do entorno na Arena, o Grêmio teve reunião nesta terça-feira com o ministro Paulo Pimenta, responsável pelo apoio à reconstrução do RS em nome do Governo Federal. O clube solicitou medidas urgentes especialmente para as localidades do Humaitá, Farrapos e Navegantes, que foram fortemente afetadadas pelas chuvas do mês de maio.

“O Grêmio vive essa realidade há mais de 10 anos. E nesse tempo temos falado com os governos municipal, estadual e federal a respeito da situação. O que queremos é aquilo que foi prometido lá atrás – um conjunto de iniciativas que deem a essas áreas, e as famílias que vivem nessas áreas, uma condição melhor”, destacou o presidente do Grêmio, Alberto Guerra.

Veja também:
1 De 6.005

Segundo o site oficial do clube, a reunião contou com a presença do Presidente do Conselho Deliberativo, Alexandre Bugin, do Vice-Presidente Eduardo Magrisso, e do CEO do clube, Márcio Ramos. O Presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman, também participou do encontro.

Confira as medidas pedidas pelo Grêmio:

a) Desenvolvimento de projetos e implementação de medidas que resultem em melhorias das condições de drenagem pluvial desses bairros;

b) Revisão, reformas e manutenções permanentes do sistema de contenção de cheias e das casas de bombeamentos com previsões de sistemas de contingência para funcionamento em momentos de cheias e alagamentos;

c) Implementação de projetos de manejos de resíduos sólidos com implementação de Centros de triagens e entrepostos que permitam às populações desenvolverem as atividades de reciclagens e comercialização de resíduos de forma digna e com controles;

d) Melhorias dos sistemas de saúde e educação das populações locais com capacidade de atendimento das demandas dos bairros;

e) Desenvolvimento de projetos sociais voltados para a população de extrema pobreza;

f) Considerar a construção de moradias populares multifamiliares possibilitando a urbanização planejada do Bairro Humaitá em substituição às precárias e aglomeradas moradias existentes;

g) Desenvolvimento de cursos de formação técnica e de capacitação de empreendedorismo para a população (pequenos comerciantes e prestadores de serviços);

h) Adequação e melhorias dos sistemas de mobilidade urbana e questões viárias dos bairros Humaitá, Vila Farrapos e Navegantes;

i) abertura do acesso de saída para a av. Castelo Branco próximo à Arena, há muito solicitado para o DNIT. Temos convicção que essa saída é projeto de contingência, pois poderia ter beneficiado os moradores do bairro nesse episódio e em alagamentos que ocorrem com maior frequência;

j) Intermediação do poder público nas soluções das ações judiciais existentes no bairro que tratam de obras do entorno da Arena, problema de drenagem devido à construção da ponte da BR 448 e conclusão da nova ponte do Guaíba.

Saiba mais do Grêmio:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas