Após decepção em Barueri, Inter analisa fixar nova sede mais perto do Rio Grande do Sul

Direção colorada segue trabalhando para estabelecer a melhor logística

Publicidade

Depois de ter um público reduzido na Arena Barueri-SP na derrota para o Belgrano, no primeiro jogo como mandante desde a volta do futebol, o Inter vasculha opções que possam servir de sua nova sede até o retorno do Beira-Rio, previsto para julho ou agosto. O clube, neste sentido, analisa o Heriberto Hülse, em Criciúma-SC, que já foi oferecido recentemente pela direção do Criciúma.

Para o Inter, a opção é encarada como interessante pela proximidade com o Rio Grande do Sul, o que deverá levar um maior número de torcedores do que em São Paulo. Além disso, o gramado é visto com boas condições. Já está certo que o time gaúcho enfrentará o São Paulo, na outra quinta, dia 13, às 20h, neste local.

Veja também:
1 De 5.995

Este jogo deverá ser decisivo para a definição do Heriberto Hülse como nova casa do Inter ou não. O técnico Eduardo Coudet terá palavra importante junto à direção para a escolha. Nas próximas semanas, a delegação deverá voltar ao RS para treinar no CT de Alvorada, que apresenta boas condições. Assim, teria curta distância para viajar até os jogos em Criciúma.

Inter em Caxias no fim de semana

O próximo jogo do Inter como mandante vai ser neste sábado, 21h30, diante do Delfín, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela Sul-Americana. Mas fixar sua sede em Caxias é algo delicado para o colorado por conta da coincidência de partidas com o Juventude, o que é visto com cautela pela direção. Antes, nesta terça, também às 21h30, o colorado encara o Real Tomayapo, na Bolívia, igualmente pela “Sula”.

MAIS NOTÍCIAS:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas