Contrato até o final de 2022, bônus por metas e salário na casa dos R$ 650 mil: jornalista detalha proposta do Inter por Daniel Alves

Lateral-direito de 38 anos de idade permanece livre no mercado desde a rescisão com o São Paulo

Ainda que não admita publicamente, o Inter apresentou nos últimos dias uma proposta oficial para viabilizar a contratação do lateral-direito e meia Daniel Alves, de 38 anos, que está livre no mercado desde que rescindiu com o São Paulo. Segundo o jornalista Rodrigo Oliveira, da Rádio Gaúcha, a oferta colorada foi entregue ao empresário do atleta, Fransérgio Oliveira.

Daniel Alves não fez os 7 jogos limitantes do Brasileirão pelo São Paulo e assim poderá jogar a atual edição no novo clube que escolher. Segundo o seu staff, ele tem na mesa quatro propostas de clubes brasileiros e duas do exterior – Flamengo, Fluminense e Athletico seriam os outros brasileiros interessados.

Segundo as informações dadas por Oliveira nesta terça, o “planejamento colorado é oferecer o teto salarial do clube, de no máximo R$ 650 mil mensais, incluindo gatilhos do contrato e bônus por produtividade, com um vínculo até dezembro de 2022”. Dani Alves, neste caso, se equipararia aos valores recebidos por Taison no seu retorno ao Inter.

Um fator que auxilia o Inter a fazer um investimento salarial é a redução da folha, que caiu em cerca de R$ 3 milhões com as liberações feitas pela direção ao longo de 2021. Tanto é que o clube chegou a tentar Giuliano recentemente, mas a opção do meia, que não é nada barato, foi de jogar no Corinthians.

Daniel Alves, que acaba se sagrar campeão olímpico em Tóquio, mantém o sonho de jogar a Copa do Mundo de 2022 mesmo que vá estar com 39 anos. Assim, a permanência no futebol brasileiro para seguir perto de Tite e sua comissão técnica pode ajudar no objetivo.

Receba as notícias do Inter em primeira mão: