Comentarista avalia momento do Inter e deixa crítica a Coudet: “Mais nome que trabalho”

Para Mauro Naves, Coudet não mostrou ainda um excelente trabalho

Publicidade

Para o comentarista Mauro Naves, hoje na ESPN Brasil, o técnico Eduardo Coudet “não é tudo isso” e tem “mais nome que trabalho”. Estas foram algumas das suas palavras durante a repercussão do recente empate colorado em 0x0 com o Real Tomayapo, da Bolívia, na quarta-feira, no Beira-Rio, pela segunda rodada da fase de grupos da Sul-Americana.

Mauro, que por muitos anos foi repórter da TV Globo, ainda voltou no tempo e relembrou a saída conturbada de Coudet do Inter na primeira passagem na temporada de 2020:

“Eu não acho que Coudet seja tudo isso. Acho que ele tem mais nome que trabalho. Visto no Inter, no Atlético-MG e no Celta de Vigo. Mas tem os caras que tem esse poder de resolver e dizer: ‘Pô, esse cara veio para resolver’. Mas o Inter trouxe o Coudet de volta, depois que ele abandonou em 2020 para ir para a Espanha… eu achei até que o Inter não o contrataria mais por causa daquela história”, disse Mauro, antes de ampliar:

“O Mano Menezes foi vice-campeão em 2022 sem os reforços que o Coudet teve. Começa 2023 mais ou menos ali no Brasileirão e começa a mostrar na Libertadores que talvez não fosse o cara para passar. Vem o Coudet e faz uma grande semi contra o Fluminense, poderia ter ficado com o título. Só que aí deixou de lado o Brasileiro e já não foi bem”.

Coudet sabe da pressão no Brasil e no Inter

Em entrevista dada depois do empate diante dos bolivianos, Coudet admitiu que existe pressão no trabalho e demonstrou saber como funcionam as coisas no Brasil:

“Eu conheço o futebol brasileiro e sei que a pressão está sempre no treinador. No ano passado ganhei o estadual pelo Atlético-MG e não tive menos pressão depois. Foi a mesma. Temos que trabalhar e acreditar no trabalho. A dificuldade principal hoje é fazer gol. Tivemos muitas situações. Jogamos com muitos atletas de características ofensivas. Era boa ocasião para dar minutos a quem não vinha jogando. Mas tenho que seguir trabalhando”, projetou.

Tentando dar uma resposta positiva ao seu torcedor, o Inter volta a campo já neste sábado, 18h30, diante do Bahia, no Estádio Beira-Rio, pela abertura do Brasileirão.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul