Caíque lembra de colega da época de Ypiranga e dá camisa do Grêmio de presente: “Na torcida”

Goleiro Caíque superou a concorrência com Gabriel Grando no último jogo do tricolor

Publicidade

Em alta pelo Grêmio após voltar a ter chance como titular, o goleiro Caíque não esqueceu dos antigos companheiros e fez questão de enviar uma camisa oficial tricolor para Gedeilson, seu amigo dos tempos de Ypiranga, de Erechim. O lateral-direito, que disputou a última Série B com a camisa do ABC, registrou o presente nas redes sociais e agradeceu:

“Muito obrigado pelo presente irmão @Caiquecs23 estarei sempre na torcida por você, meu mano! Que Deus continue te abençoando”, publicou Gedeilson, que fez parte do elenco do Ypiranga que foi à semifinal do Gauchão deste ano.

https://twitter.com/Gedeilson_92/status/1730932217314959836

A nova chance dada a Caíque foi na quinta-feira, na Arena, durante a vitória de 2×1 diante do Goiás, pelo Brasileirão, em jogo que classificou matematicamente o Grêmio na próxima Libertadores. Quando os goianos ainda venciam por 1×0 no começo do segundo tempo, o goleiro gremista brilhou ao salvar um cabeceio, iniciando a reação que terminou com gols de Ferreira e Franco Cristaldo.

Renato explicou chance a Caíque

Contratado no meio do ano junto ao Ypiranga, Caíque só havia jogado na vitória sobre o Cuiabá, também na Arena, no começo do segundo turno do Brasileirão. Em sua última coletiva, o técnico Renato Portaluppi falou da disputa entre ele e Gabriel Grando:

“Eu sempre falo que eu tenho dado oportunidades para todo mundo. O Grando teve várias e o Caíque teve uma. Chegou a vez dele, pelo que vem treinando. Eu também descansei alguns jogadores. Precisava rodar o grupo. Ele foi muito bem, como o Grando estava bem também. Só não posso mudar sete, oito em uma tacada só. Mas jogador do Grêmio tem que estar pronto sempre”, comentou Renato.

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)