Jornalista revela ter se incomodado com “falta de educação” durante homenagens a Suárez

Suárez recebeu homenagens na Assembleia Legislativa e na Câmara de Vereadores de Porto Alegre

Publicidade

A jornalista e colunista Juliana Bublitz, do site GZH, chamou a atenção para “comportamentos sem-noção” e uma suposta “falta de educação” de diferentes pessoas durante as homenagens feitas a Suárez no começo da semana. O jogador do Grêmio foi homenageado na Assembleia Legislativa do RS, onde recebeu a medalha de Mérito Farroupilha, além de também ter estado na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

Segundo ela, alguns parlamentares e assessores esqueceram as “boas maneiras” com gritos e outras atitudes, de tal modo que, em determinado momento, a deputada Nadine Anflor, presidente em exercício da Assembleia, teve que pedir “respeito” no microfone e para que muitas pessoas se sentassem.

“No afã do momento, as pessoas não se deram conta – e quase ninguém falou nisso -, mas a celebração foi, também, um festival de comportamentos “sem-noção”, com nobres exceções, é claro. Revendo as imagens e ouvindo os relatos de colegas, não tenho dúvidas: alguns exageraram. Fã é assim mesmo, dirão. A paixão supera as travas civilizatórias. As boas maneiras ficam em segundo plano no calor da emoção”, escreveu Juliana, antes de acrescentar:

“Tudo isso é compreensível, já que se trata de uma estrela do futebol internacional e de um ser humano nota 10. Nem por isso a atitude deveria ser normalizada. Uma coisa é demonstrar admiração. Outra é se exceder e conturbar o ambiente. Suárez foi paciente e gentil com todos, mesmo com os mais invasivos e nos momentos de visível constrangimento. Deu autógrafos e lição de profissionalismo. Mas o assédio justificou a necessidade de um segurança colado nele o tempo todo e levou o craque a deixar as homenagens pela “porta dos fundos” – inclusive na hora do hino rio-grandense. Tudo para evitar o “cerco” dos fãs mais afoitos”, ampliou a jornalista no site GZH.

Suárez
Suárez em um dos eventos dessa semana – Foto: Lucas Uebel/Grêmio

No discurso, Suárez sinalizou despedida

Em seu discurso na Assembleia do RS, Suárez confirmou que está de saída do Grêmio e esbanjou gratidão por tudo que viveu ao lado dos seus familiares ao longo de 2023:

“A dor que sinto é de estar numa cidade em que deixo amigos, nossos filhos deixam grandes amizades, eu deixo um momento único que vivi, podendo fazer gols nos clássicos, mas fico com o carinho que me deu a torcida do Grêmio. E também a torcida do Internacional, porque há a rivalidade e mesmo assim saquei muitas fotos e tive o respeito. Acho que essa é a demonstração que queremos de um futebol sem violência”, disse Suárez.

Uruguaio deverá ir para os Estados Unidos

A tendência é que o uruguaio, já a partir de janeiro de 2024, encaminhe a sua ida para o Inter Miami, dos Estados Unidos, onde reencontrará o grande amigo argentino Lionel Messi. Ao seu lado, fez história em um poderoso ataque com a camisa do Barcelona, que ainda tinha a presença do brasileiro Neymar.

Com mais três partidas pela frente pelo Grêmio, Suárez atuará nesta quinta, 19h, em casa, contra o Goiás. Ele não poderá levar cartão amarelo ou ficará suspenso para domingo, 18h30, também na Arena, contra o Vasco. A despedida será na quarta, 21h30, fora, diante do Fluminense.

Leia mais:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)