Após incômodo de Felipão, assessoria do Grêmio confirma fratura de Geromel e parada por quatro semanas

Zagueiro gremista sofreu um pisão no treinamento e vai desfalcar a equipe por mais jogos

Ausente na manhã deste domingo na vitória de 2×0 diante do Ceará, na Arena, pelo Brasileirão, o zagueiro Pedro Geromel é o novo desfalque do Grêmio para a sequência da temporada. Por um pisão em treinamento, ele sofreu fratura no pé direito e vai parar por cerca de quatro semanas, sem a necessidade de cirurgia.

A confirmação foi feita pela assessoria de imprensa do Grêmio nesta segunda-feira com o seguinte boletim médico:

“Geromel tem fratura na falange proximal do 5º dedo do pé direito, consequência de um pisão no treinamento. Prazo estimado de recuperação: 4 semanas. Não há necessidade de cirurgia e Geromel será avaliado periodicamente”, declarou.

Antes do jogo contra o Ceará, a mesma assessoria havia informado a lesão, algo que irritou Felipão na entrevista de antes da partida:

“Não sei quem falou pra vocês que ele (Geromel) teve fratura, mas é uma questão interna e se alguém falou que teve fratura, falou o que não devia, porque a gente tem que ter uma situação de apenas dar a vocês os dados necessários. Agora o restante somos nós que temos que administrar dentro de campo. Algumas coisas no Grêmio estão erradas”, disse, antes de ampliar:

“O Geromel teve um problema e vai ser tratado desse problema, provavelmente em 15 dias estará numa situação bem evoluída, poderá até estar em campo ou poderá fazer uma série de treinamentos normais”.

Sem Geromel, Felipão utilizou os jovens Rodrigues e Ruan na zaga diante dos cearenses e eles estão cotados para o jogo contra o Flamengo, quarta, 21h30, fora de casa, diante do Flamengo, pela volta das quartas da Copa do Brasil.

  • Clique aqui para entrar no grupo 15 para acompanhar as notícias do Grêmio.
  • Clique aqui para entrar no grupo 28 para acompanhar as notícias do Grêmio.