Últimas do Grêmio: possível volta de Villasanti, manifestação de Soteldo e prioridade ao Gauchão

Confira algumas informações que agitaram a sexta-feira do tricolor gaúcho

Publicidade

De olho em sua semifinal estadual contra o Caxias, que acontece nesta terça-feira a partir das 21h, na Arena, o Grêmio acompanha de perto a situação da Rússia e do amistoso em Moscou com o Paraguai na segunda, dia 25. Este jogo, caso ocorra, contará com a presença do volante Villasanti, um dos principais nomes da Seleção Paraguaia. Mas um ataque terrorista no país russo nesta sexta ainda gera indefinição sobre a realização de eventos esportivos nos próximos dias.

Até segunda ordem, os paraguaios seguem com planejamento de treinos em uma cidade próxima de Moscou até o domingo. Mas, caso o amistoso venha a ser cancelado de forma oficial, o Grêmio poderá tentar viabilizar o retorno de Villasanti ainda em tempo de que ele jogue na terça. Caso fique de fora, Dodi, Du Queiroz, Ronald e Gustavo Martins disputam a vaga.

Soteldo se manifesta

Recuperado da longa lesão muscular sofrida no jogo contra o Juventude, no fim de janeiro, na Arena, pelo Gauchão, o meia-atacante Yeferson Soteldo voltou a treinar com bola normalmente nesta semana. Ele esbanjou felicidade pelo retorno em entrevista dada à equipe da Grêmio TV:

“Fazia os dois turnos aqui, ficava aqui. Quando chegou a câmara hiperbárica ajudou demais. Foi um trabalho muito bom da minha parte e dos médicos do clube. Foi um pouco frustrante esta lesão, eu vinha muito bem, tinha começado bem o torneio. Infelizmente, são coisas que podem acontecer na profissão. Tive muita tranquilidade, foquei muito na recuperação, graças a Deus, já estou de volta”, disse Soteldo, em declaração recuperada por GZH.

“Muito feliz por voltar. É o que eu mais gosto. Quero ajudar o time em todas as competições que vem agora e tenho que estar 100% para fazer isso”, acrescentou.

Últimas do Grêmio: possível volta de Villasanti, manifestação de Soteldo e prioridade ao Gauchão
Soteldo bem satisfeito com sua recuperação – Foto: Rodrigo Fatturi / Grêmio FBPA

Ainda com mais sessões de treino no final de semana pela frente, o técnico Renato Portaluppi ainda decidirá se levará Soteldo pelo menos entre os relacionados para o jogo diante do Caxias, onde um simples empate bastará para que o tricolor avance à final estadual de 2024.

Gauchão priorizado

Em entrevista concedida à Rádio Gaúcha, o presidente Alberto Guerra confirmou que o hepta do Gauchão – algo que o Grêmio conseguiu uma única vez em sua história – é a prioridade do momento. Neste sentido, não está descartada a hipótese do time ser reserva na estreia da Libertadores, fora de casa, contra o The Strongest, no dia 2 de abril. Esta partida ocorrerá entre os dois jogos da final gaúcha.

“É de total interesse esse Campeonato Gaúcho. Até por ser o hepta. Se não fosse o hepta, talvez nossa decisão tivesse sido outra. A gente não pode negar esse caráter histórico para o Grêmio, que só ganhou uma vez o hepta. Estamos envidando todos os esforços para ganhar esse Gauchão”, apontou Guerra.

“Nós temos um jogo difícil com o Caxias. Primeiro precisamos chegar à final para depois sabermos o que vamos fazer com o The Strongest. É uma logística difícil, mas não me permito pensar na Libertadores sem antes pensar no próximo jogo. Foco total é no Caxias”, finalizou o mandatário.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas