“Fiz dois anos de medicina”: Renato tira onda e diz que aconselhou injeção em jogador do Grêmio

Técnico falou especificamente sobre a situação de André Henrique na última coletiva

Fiel ao seu estilo irreverente e brincalhão, o técnico Renato Portaluppi pregou uma peça nos repórteres em sua última coletiva ao dizer que fez “dois anos de medicina” em meio à longa trajetória no futebol. Neste sentido, revelou ter mandado um dos médicos do Grêmio dar uma injeção no centroavante André Henrique, que vinha com dores na perna.

A injeção foi dada antes da partida contra o Novo Hamburgo, terça-feira, na Arena, em que André entrou no segundo tempo e foi decisivo ao marcar o primeiro gol da vitória de 2×0. O jogador havia tido um forte choque com o goleiro do Juventude na semana anterior e vinha sendo cuidado pelo DM.

Veja também:
1 De 6.096

“O André Henrique antes do jogo disse que não estava com tantas dores, mas eu chamei o médico e mandei dar uma injeção nele no vestiário antes do jogo. Eu fiz dois anos de medicina, não sei se vocês sabem”, citou Renato, surpreendendo na última coletiva.

André, aliás, teria sido o parceiro de João Pedro Galvão na partida anterior contra o Avenida caso não estivesse com dores. Renato vem cogitando montar essa dupla até pelas ausências que tem no ataque: primeiro Soteldo e agora Nathan Fernandes, ambos por lesão.

“No jogo contra o Avenida, o André Henrique começaria o jogo, mas não quer dizer que seria no lugar do JP Galvão. Chamei os dois no quarto e jogariam juntos. O André que acabou sentindo naquele momento, relatou dores no aquecimento”, citou o chefe.

Renato aprovou: vitória do Grêmio tem entrevistas pós-jogo

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas