Sem muita paciência, Renato se pronuncia com apenas uma frase sobre viagem após o Gre-Nal

Treinador não deu coletiva depois da derrota do Grêmio para o tradicional rival Inter

A reportagem da ESPN Brasil conseguiu um breve contato com o técnico Renato Portaluppi já na noite deste domingo, momentos depois dele desembarcar no Rio de Janeiro. Em uma grande polêmica criada, inclusive com a direção do próprio Grêmio, o treinador não deu coletiva no Beira-Rio depois da derrota de 3×2 no Gre-Nal e saiu às pressas ao aeroporto.

“Todo mundo no clube sabia que eu ia viajar, um abraço”, disse Renato, de forma “curta e grossa”, segundo definição do site da ESPN.

Veja também:
1 De 6.096

A atitude de Renato gerou desconforto e irritação interna no Grêmio, em constrangimento visível na entrevista dada pelo presidente Alberto Guerra. Para falar do time e dos erros que geraram a derrota no Gre-Nal, o auxiliar Alexandre Mendes foi escalado para conversar com os repórteres – confira aqui um resumo do que o assistente falou.

Ao chegar no aeroporto do Rio de Janeiro, Renato foi surpreendido com a presença de alguns repórteres, que o filmaram e tentaram em vão algumas palavras. Com cara de poucos amigos, o treinador gremista saiu apressado e sem falar com ninguém.

Renato é esperado novamente na quinta-feira

Segundo informações da assessoria de imprensa do Grêmio, a reapresentação do elenco principal será apenas na próxima quinta-feira, já que, nesta semana, não há jogos em função da nova parada da Data-Fifa para as partidas das Eliminatórias. Em sua manifestação, o presidente gremista Alberto Guerra frisou que “ninguém concordou” com a postura de Renato:

“Não chamaria de indisciplina. Ele tem um compromisso que é real. Não foi embora por querer. Ele tem um compromisso amanhã de manhã e teria que ir hoje. Mas também acho que deixar o clube depois de uma derrota, sem dar explicação, não foi a decisão mais correta. A gente precisa mostrar para ele a nossa insatisfação com relação a isso”, disse Guerra.

“Uma das razões que estou aqui é que ninguém do Grêmio concordou com essa decisão do treinador. Internamente a gente vai avaliar isso. O presidente e o Conselho não estão de acordo. Eu soube há alguns dias. Sinceramente, em véspera de clássico a gente evita atritos. A gente esperou o resultado e, mesmo sendo negativo, ninguém esperava que ele tomasse essa decisão”, ampliou.

Em termos de tabela, o Grêmio seguiu no 3° lugar com 44 pontos, mas agora tem 11 pts atrás do Botafogo, que venceu o Fluminense e seguiu tranquilo na liderança. O tricolor gaúcho volta a jogar na quarta, dia 18, em casa, às 19h, diante do Athletico.

Acesse o canal do nosso WhatsApp e ative o sininho para receber notícias:

Canal WhatsApp - Zona Mista Grêmio
Entre no canal e ative o sininho para receber as notificações

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas