Renato dá sugestão ousada para o Gauchão e Grêmio pode quebrar paradigma em 2024

Entenda o pensamento do técnico Renato Portaluppi para a disputa do próximo estadual

Publicidade

Mesmo sem ainda saber se vai ou não continuar no Grêmio em 2024, mantendo um certo tom de mistério no ar, o técnico Renato Portaluppi começou a tratar do planejamento inicial da próxima temporada e defendeu uma estratégia totalmente diferente para o Gauchão. Segundo ele, o ideal seria disputar todo o estadual com os garotos da base e preparar o time titular para a disputa da Libertadores.

Até hoje, pelo menos na era moderna, Grêmio e Inter nunca jogaram todo o Gauchão somente com garotos. O que já foi comum em vários anos foi a utilização de jovens nas fases iniciais, mas, em algum momento, o time titular sempre assumia a campanha até o fim.

“É botar os garotos para jogar. Quem muito quer, nada tem. E não é só o Grêmio, é o Inter também. Porque os times do interior têm mais tempo para trabalhar, então, quanto antes começar o campeonato, melhor para eles. Estão com ritmo e treinam por uns dois meses. O Grêmio tem 10 dias para treinar tudo. Como faz isso? Aí você coloca o jogador e machuca o jogador. E não vão render, mas a cobrança vem. Aí, daqui a pouco, você perde o jogador para o Gauchão e também para a Libertadores”, declarou Renato, depois de Grêmio 2×1 Goiás, na Arena, pelo Brasileirão.

Ao vencer o time goiano, o Grêmio garantiu vaga na Libertadores, mas, no momento, por ser o 5° colocado faltando duas rodadas para o fim, estaria indo para a “pré-Libertadores”, tendo que disputar duas fases classificatórias prévias antes de entrar em algum grupo. Neste caso, a estreia aconteceria na semana do dia 21 de fevereiro – veja aqui o calendário.

“Quem manda é o presidente, mas a minha sugestão é colocar os garotos e esquecer o estadual. Se preocupar com a Libertadores. Até a FGF ter o bom senso de sentar, trocar ideias e conversar com Grêmio e Inter. A gente está cansado de saber das lesões, das cobranças, de não render. A minha sugestão é tirar alguns garotos da Taça São Paulo, deixar aqui treinando e começa o estadual com eles. E prepara a equipe para a Libertadores. O Gauchão é importante, mas a Libertadores não é mais? É botar na balança e pensar. A minha ideia é essa. Se alguém tem uma ideia melhor, pode dar. Quem manda é o presidente Alberto Guerra e a direção”, ampliou Renato.

O Grêmio, vale lembrar, é o atual hexacampeão gaúcho tendo vencido todas as edições desde 2018. Na atual temporada, bateu o Caxias, na Arena, por 1×0, com gol de Luis Suárez cobrando pênalti.

Grêmio venceu o Goiás com gols de Ferreira e Cristaldo – Foto: Lucas Uebel/Divulgação

Renato fica?

Perguntado em coletiva de imprensa novamente se vai ficar no Grêmio, Renato evitou dar uma resposta concreta e se disse focado nos dois jogos restantes do time em 2023. No domingo, 18h30, em casa, contra o Vasco e depois na quarta, 21h30, fora, contra o Fluminense.

“Essa questão (sobre seguir no Grêmio) tem que perguntar para o presidente. Eu nunca disse que queria sair do Grêmio, mas tem coisas que temos que conversar ainda. Eu sigo focado e com a cabeça nesses dois jogos que ainda temos”, finalizou Renato nesta quinta-feira.

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)