Renato cita mensagem de Guerra para Pedro Ernesto e também descarta Cavani: “Barrigada”

Confira alguns detalhes da coletiva de imprensa de Renato Portaluppi neste domingo

Publicidade

Após a vitória de 1×0 do Grêmio sobre o Brasil de Pelotas, no Bento Freitas, pelo Gauchão, o técnico Renato Portaluppi novamente foi perguntado, neste domingo, sobre a busca por centroavantes no mercado. Ele, em coletiva, tratou a informação vinda da Argentina do interesse em Cavani como “barrigada” e ainda citou a mensagem enviada pelo presidente Alberto Guerra, no sábado, negando a informação do narrador Pedro Ernesto Denardin, da Rádio Gaúcha, sobre o interesse em Gabigol.

“Sobre Cavani, vocês sabem o quanto eu respeito vocês. Ontem o presidente mandou um ofício para um colega de vocês desmentindo o interesse no Gabigol. Nunca ocorreu esse papo na Arena. Vou pedir para vocês não inventarem história. É mais uma barrigada que vocês estão dando sobre o Cavani”, iniciou Renato, antes de criticar a imprensa:

“Vocês pegam a informação, jogam no ventilador e não querem saber se é verdade ou mentira. Aí ilude o nosso torcedor com coisas que não saíram do Grêmio. Não toquem mais nesses dois nomes, que não tem possibilidade nenhuma de serem contratados. Não inventem, por favor. Daqui a pouco, vamos ter que mentir para vocês também. E aí fica ruim”.

Cavani já foi sonho do Grêmio um dia
Cavani já foi sonho do Grêmio um dia – Foto: Divulgação/Conmebol

Renato valoriza os atuais centroavantes do elenco

Ainda esperando um centroavante de “nome” no mercado, Renato fez questão de valorizar tanto André Henrique – autor do gol deste domingo – quanto JP Galvão:

“A gente precisa dar uma sequência para o JP Galvão. Ele não teve no ano passado por causa do Suárez. O André eu conheço bem. JP precisa mostrar a que veio e fiquei feliz pelo gol dele na quarta-feira. Início é assim mesmo, a gente tem que dar confiança e dar espaço aos jogadores. Ele briga bastante, ajuda. Vai ser assim esse revezamento com o André”, comentou o treinador, antes de falar da partida em Pelotas:

“O mais importante foi o resultado. A gente precisa melhorar em todos os sentidos. Muito calor, gramado ruim. A gente já sabia, o nosso campeonato é assim. Não dava para exigir tanto do grupo. O que eu pedi no intervalo foi mais vontade. Aí sim. Botei sangue novo no segundo tempo, melhoramos e conseguimos o gol, que era o nosso objetivo”.

Agora com 6 pontos na tabela de classificação do Gauchão, o Grêmio reencontra agora o seu ex-técnico Roger Machado na partida de quarta-feira, 21h30, contra o Juventude, na Arena.

Saiba mais:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)