Grêmio volta a se interessar por Cavani e planeja salário milionário, diz jornalista argentino

Direção gremista vem encontrando dificuldades em viabilizar um centroavante

Publicidade

Uma informação do jornalista Juan Pablo Méndez, do Diário Olé, da Argentina, dá conta de que o Grêmio voltou a se interessar pelo centroavante uruguaio Edinson Cavani, de 36 anos, que pertence ao Boca Juniors. Ele, que foi alvo de uma novela no tricolor no segundo semestre de 2020, tem contrato até o fim do ano com o clube de La Bombonera e inicialmente gostaria de cumprir.

De acordo com o mesmo repórter, o Grêmio, que segue buscando um centroavante de “nome” para a vaga deixada por Suárez, acena com salário de cerca de R$ 2 milhões para convencer Cavani da vinda ao Brasil.

“O Grêmio de Porto Alegre fará uma sondagem forte para incorporar Cavani. Meu sentimento: o Boca não vai querer perder o jogador. Atualizo a informação: o Grêmio tentará negociar com o Boca porque Cavani tem contrato até o final de 2024. Eles vão oferecer ao jogador de 1,8 a 2 milhões de reais mensais, com bônus de produtividade”, relatou Méndez.

Presidente do Grêmio já falou de Cavani

No 1° dia do ano, em entrevista dada ao jornalista Duda Garbi, o presidente gremista Alberto Guerra até elogiou Cavani, mas falou com pouco otimismo sobre as chances de contratação:

“Acho o Cavani bom centroavante. Se fosse possível, investiria. Mas ele está muito bem lá no Boca, já disse que vai cumprir o contrato. E também é um jogador de alto salário”, disse o mandatário, na oportunidade.

Celso Rigo, empresário e investidor, que é tradicionalmente um apoiador dos negócios do Grêmio, já se manifestou de forma contrária à eventual vinda de Cavani neste momento. A direção, porém, não recorreu a ele em nenhuma negociação até agora feita em 2024.

Leia mais notícias:

Entre no canal do WhatsApp do Zona Mista e receba notícias do Grêmio em tempo real. (Clique Aqui)