Renato adota tom de mistério ao falar da situação de Carballo no Grêmio: “Coisas internas”

Volante uruguaio segue sem jogar pelo clube por conta de dores no púbis

Publicidade

Na reta final da sua coletiva de imprensa dada neste domingo, na Arena, logo depois de Grêmio 2×0 Brasil de Pelotas pelas quartas do Gauchão, o técnico Renato Portaluppi mostrou um certo mistério ao falar da situação de Felipe Carballo. O volante uruguaio, que foi um grande investimento da direção no começo do ano passado, segue sem jogar em 2024 por dores no púbis e o clube não vem dando um prazo específico para o seu retorno.

Renato tratou o assunto envolvendo Carballo como “coisa interna do clube” e evitou dar maiores detalhes, mas confirmou que realizou uma reunião com os principais dirigentes do Grêmio para tratar do assunto:

“Para alguns gênios era o Dr Márcio (Dornelles, demitido no começo do ano) o culpado, né? Coisas internas do clube, coisas nossas. Tenho conversado com ele, tenho conversado com o Departamento Médico. Hoje mesmo fiz uma reunião com o presidente, o vice e o executivo sobre esse assunto. O importante é que está todo mundo no mesmo caminho buscando o melhor para ele e para que ele possa voltar o mais rápido possível. Só que tem assuntos e ideias nossas que vão ficar dentro de quatro paredes”, afirmou o treinador.

Carballo, aliás, esteve na Arena dando apoio aos colegas no vestiário o jogo deste domingo, que garantiu o Grêmio na semifinal estadual diante do Caxias. O uruguaio, em dezembro do ano passado, realizou uma cirurgia no Uruguai para a correção de dores no púbis. Só que, recentemente, ele voltou a reclamar de desconforto no local e os profissionais gremistas ainda debatem a melhor estratégia para curar o jogador.

“Segue em tratamento, passou por um procedimento cirúrgico no púbis, é uma região delicada e cada um reage de uma forma. Ele está passando por fisioterapia. A gente confia muito no potencial dele”, explicou o vice de futebol Antônio Brum em coletiva recente.

Os números de Carballo no Grêmio

Peça decisiva do Nacional, do Uruguai, na temporada de 2022, Carballo foi comprado pelo Grêmio por aproximadamente R$ 15 milhões com a ajuda do investidor e empresário Celso Rigo e assinou contrato válido até 2026. No primeiro ano de clube, atuou em 40 partidas com dois gols marcados, um deles em Gre-Nal na Arena pela fase inicial do Gauchão. Já na reta final de 2023, no entanto, perdeu algumas partidas exatamente pelas dores no púbis.

Carballo no time do Grêmio
Carballo espera logo voltar a jogar no Grêmio – Foto: Divulgação/Lucas Uebel

Renato quer ainda mais reforços

Até por conta de situações como essa de Carballo, Renato segue esperando mais reforços no Grêmio a partir da metade do ano com a reabertura da janela. Para a posição de volante, ele recebeu Dodi, do Santos e Du Queiroz, do Zenit, neste primeiro semestre.

“Eu não dou nomes. Mas se o jogador não vem eu só valorizo ele para outro clube. Falo de quem vem e quem assina contrato. Os nomes a gente deixa entre nós e a direção. Alguns conseguimos trazer e outros não. Falo dos jogadores que assinam contrato. Precisamos fortalecer o grupo. Quanto mais chegarem, independente da posição, a gente precisa. O ano é longo, com um jogo atrás do outro. Lesão, cartão. Todos aqui estão conscientes dessa necessidade”, explicou o treinador gremista.

Entrevista de jogadores gremistas depois da classificação à semi

LEIA MAIS DO GRÊMIO DE RENATO:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul