Vagner Martins revela ter pedido desculpas para Coudet após o caso do “Gordo do Jaconi”

Técnico aceitou o pedido de desculpas feito pelo jornalista da Rádio Gaúcha

Tudo começou quando Eduardo Coudet, irritado, tentou confrontar e encarar um torcedor na arquibancada do Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, depois da vitória do Inter sobre o Delfín pela Sul-Americana. Em seguida, o jornalista colorado e comentarista da Rádio Gaúcha, Vagner Martins, criticou a postura do treinador e ainda, posteriormente, entrevistou o torcedor envolvido, que ficou conhecido como o “Gordo do Jaconi” – relembre tudo aqui.

Nesta quinta-feira, logo depois de Fluminense 1×1 Inter pelo Brasileirão, Coudet revelou em coletiva ter recebido um pedido de desculpas de um jornalista, sem citar nomes. Mas Vagner Martins, na jornada da Rádio Gaúcha, admitiu ter sido ele e explicou:

Veja também:
1 De 6.105

“O Coudet falou de um pedido de desculpas e eu pensei se iria externar essa situação ou não. O episódio do ‘Gordo do Jaconi’ marcou negativamente minha carreira, não pelo fato de eu ter entrevistado dele, mas a forma como eu me dirigi ao Coudet sem ter os detalhes do que aconteceu depois do jogo contra o Delfín. Naquele momento, ao ver o treinador se dirigindo à torcida e xingando, eu me senti no direito de proteger o maior patrimônio do clube, que é o torcedor”, disse o comunicador, antes de finalizar:

“Mas eu não tinha as informações necessárias para saber o que estava acontecendo no episódio e fiz um pré-julgamento da postura do técnico, que foi ali sanguíneo e temperamental. Podemos debater se ele deveria ter feito aquilo, mas me senti na obrigação de pedir desculpas pelo que disse no ar sobre Coudet sem ter todas as informações”.

Coudet feliz com a volta ao Beira-Rio

Deixando as polêmicas e “rusgas” para o passado, Coudet olha para frente e se motiva com a volta dos jogos no Beira-Rio. No domingo, a partir das 18h, o Inter volta a atuar no seu estádio para enfrentar o Vasco da Gama, pelo Brasileirão.

“Vamos necessitar muito do torcedor. Temos muita vontade de jogar em casa. O mais lógico seria que vocês transmitissem isso. Vocês estão cansados também e não correm. Estou com o grupo”, afirmou o treinador argentino após o jogo do Fluminense.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas