A manifestação do empresário de lateral-direito do Inter sobre acusação de abuso sexual

Quique de Lucas, agente do jogador colorado, soltou comunicado à imprensa

Publicidade

O empresário Quique de Lucas, que responde pelos interesses do lateral-direito Hugo Mallo, do Inter, soltou nota oficial nesta quarta-feira se mostrando convicto da inocência do jogador. Da Espanha, surgiu nas últimas horas a divulgação de uma denúncia de abuso sexual antes de um jogo de 2019, época em que o atleta ainda defendia o Celta de Vigo – saiba todos os detalhes aqui.

De acordo com o jornal As, da Espanha, Mallo terá de comparecer ao Tribunal Penal número 19 de Barcelona no dia 11 de julho, após o depoimento inicial marcado para o dia 25 de maio ter sido adiado. O ato de abuso teria acontecido no dia 24 de abril de 2019, no estádio Cornella-El Prat, antes de um duelo entre Espanyol e Celta. Mallo, capitão de sua equipe, teria tocado nos seios de uma mulher que trabalhava como mascote e estava vestida de periquito.

Veja também:
1 De 5.991

A nota do empresário de Hugo Mallo

Depois da informação publicada no dia 30 de janeiro de 2024 no diário As, acreditamos ser conveniente alguns esclarecimentos.

Em primeiro lugar, negamos categoricamente os fatos denunciados, o que já foi afirmado perante o Tribunal que os investigou, exigindo absoluto respeito à presunção de inocência. Esse mesmo Tribunal, após tomar depoimento da denunciante, de Hugo e avaliar o restante das provas, decidiu arquivar a questão por não considerar os fatos provados.

A dita resolução foi recorrida por ambas partes, a denunciante porque acreditava que os fatos descritos na denúncia estavam provados, e nós porque entendemos que, não só não foram provados, mas também se podia assegurar que não ocorreram.

Foi o Tribunal Provincial que ordenou a reabertura do processo para que a controvérsia fosse resolvida em julgamento oral, ao qual, recordemos, Hugo aparece como INOCENTE.

Gostaríamos de destacar que tanto o RC Celta como o RCD Espanyol, ao ativarem os respetivos protocolos e após análisar as informações recebidas, consideraram que não havia provas do que foi denunciado, e nenhum expediente foi iniciado pela RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol) ou pela La Liga.

Solicitamos deixar que a Justiça atue, bem como o máximo respeito por Hugo e sua família enquanto esperamos que a verdade venha à tona.

A nota oficial do Inter

O Sport Club Internacional, tomando conhecimento do tema privado relacionado ao atleta Hugo Mallo, veiculado na data de hoje pela mídia espanhola e que se desenvolve no Poder Judiciário da Espanha, ratifica que obteve do atleta a completa e veemente negativa acerca do conteúdo da acusação processada.

Diante de tal situação, reportamos nossa plena confiança no jogador e juntamente com o staff do atleta, a partir da decisão de improcedência em primeira instância já consolidada, aguardaremos o desenrolar do processo com o resultado da medida recursal.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas