fbpx

Menos de um ano depois, Mancini diz que ainda não sabe se agiu certo em deixar o América-MG para assumir o Grêmio

Técnico Vagner Mancini voltou a dirigir o América-MG na atual temporada de 2022

Em participação no programa Bastidores, da Rádio Itatiaia-MG, na última quinta-feira, o técnico Vagner Mancini voltou a falar do recente movimento que fez na carreira durante o Brasileirão de 2021. Incontestável no América-MG, para onde voltou nesta atual temporada, ele aceitou o convite do Grêmio e foi para o tricolor tentar a missão de salvar o clube do rebaixamento.

Mancini diz que até hoje não tem a resposta se acertou ou não nesta decisão. E afirma que tirou do próprio bolso o valor do pagamento da multa rescisória para sair do Coelho em 2021:

“Se eu tomei a decisão certa ou errada ninguém pode saber. Nem eu mesmo sei até hoje, eu poderia ter ficado no América e alcançado a Libertadores, como eu poderia também ser mandado embora”, comentou.

Mesmo rebaixado, Mancini foi mantido pelo Grêmio na virada de temporada e começou o processo da montagem do atual elenco, depois acabou demitido após o empate em casa com o Juventude pela primeira fase do Gauchão, na Arena, ainda em fevereiro.

“Tive a oportunidade de retornar ao América e dar a este clube o que eu deixei de dar no final do ano. Estou muito convicto que tenho essa possibilidade e que a gente vai desenvolver um trabalho bacana e por um tempo longo”, ampliou.

Desde a saída de Vagner Mancini, o Grêmio vem apostando as suas fichas em Roger Machado. Com ele, o tricolor é o 5° colocado da Série B com 14 pontos e recebe o Novorizontino na terça-feira que vem.

Clique nas manchetes abaixo para ler mais notícias sobre o Grêmio:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas