Presidente do Inter explica convicção em Coudet e planeja volta de Robert Renan: “Nova etapa”

Alessandro Barcellos concedeu uma longa entrevista à ESPN nesta terça-feira

Publicidade

Não passou pela cabeça do presidente Alessandro Barcellos a ruptura do trabalho do técnico Eduardo Coudet, cobrado por setores da imprensa e da torcida pela sequência recente de jogos sem vencer, que custaram o título do Gauchão e geraram início ruim na Copa Sul-Americana. Em entrevista concedida à ESPN Brasil nesta terça-feira, o mandatário reforçou a convicção que tem no treinador argentino:

“Tivemos uma derrota no ano. A desclassificação no Gauchão dói no torcedor, assim como a queda para o Fluminense. Mas quem tem convicção no trabalho somos nós que estamos no dia a dia. O Coudet faz parte deste projeto. E não é uma parte qualquer. Foi assim com a chegada dele no meio do ano passado. Onde chegamos em uma semi de Libertadores com desempenho elogiado pela imprensa. Isso não desaparece do dia para noite. Infelizmente, oscilamos agora em uma hora que não era para acontecer. Fizemos as cobranças internas, mas a continuidade é fundamental para esse grupo”, afirmou Barcellos.

A vitória de virada no sábado sobre o Bahia, em casa, por 2×1, na abertura do Brasileirão, ajudou a aliviar a pressão e dar nova expectativa para a continuidade da temporada. O próximo desafio é o atual bicampeão nacional Palmeiras, quarta, 20h, na Arena Barueri-SP, pela segunda rodada do Brasileirão.

Inter prepara volta de Robert Renan

Após ficar de fora até do banco nos dois últimos jogos no Beira-Rio, o zagueiro Robert Renan está perto de voltar a ser relacionado no Inter. Ele, como todos sabem, foi o pivô da eliminação colorada na semi do Gauchão para o Juventude ao errar um pênalti de cavadinha.

“É um jogador que veio por uma necessidade nossa na posição e também pela grande qualidade que tem. É um zagueiro com grande futuro. Teve esta cobrança ruim de pênalti, que nos custou uma desclassificação, mas não foi só este lance. Tivemos outros lances nos 90 minutos de erros nossos, mas esse acabou sendo individual. Por óbvio, teve a cobrança interna. Da comissão técnica, dos colegas e da direção”, explicou Barcellos, antes de ampliar:

“É um menino, no sentido da idade. Já é profissional, com experiência internacional. Que sirva de lição. Serviu. Converso com ele e vejo uma determinação de superar esse momento. Este é um processo que nós vamos ter que ajudar. É um ativo que o clube investe de um ano de contrato e o nosso objetivo é que ele volte a ser utilizado. Claro que isso é uma decisão da comissão técnica, mas este tempo é necessário para que o jogador entenda a dimensão daquele fato. Para um clube como o Inter que vem há tempos sem vencer o estadual. E pelo que representa ao torcedor”.

Para Barcellos, agora é uma “nova etapa” para Robert Renan e a função do clube é dar a ele as melhores condições para que possa voltar a desempenhar em campo:

“Não se pode passar pano sobre isso, mas agora temos que compreender que é uma nova etapa. Olhar para frente e dar condições ao jogador para que ele possa fazer o que mais sabe. A gente acredita muito no Robert Renan nesta temporada”, finalizou.

Leia mais notícias do Inter:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas