Grêmio pode ter Du Queiroz e JP Galvão como titulares na segunda rodada do Brasileirão

Técnico Renato Portaluppi volta a conviver com problemas de lesão em seu elenco

Publicidade

Com expectativa de 16 mil torcedores na Arena, o Grêmio se prepara para receber o Athletico nesta quarta-feira, às 19h, pela segunda rodada do Brasileirão. O desejo gremista é apresentar um melhor futebol e conseguir recuperação imediata no campeonato, já que iniciou perdendo de 2×1 para o Vasco da Gama, no domingo, em São Januário, em jogo marcado por polêmicas de arbitragem.

Por problemas musculares, o técnico Renato Portaluppi pode ter dois desfalques importantes para pegar o Athletico. O meio-campista Pepê, que já não atuou contra o Vasco, segue como dúvida. Enquanto isso, o centroavante Diego Costa também reclamou de dores no intervalo do jogo de domingo e deve ficar de fora. Assim, Du Queiroz e João Pedro Galvão entrariam no time.

Além deles, há o caso do zagueiro Walter Kannemann, que sofreu uma trombada logo no começo do último jogo e precisou sair de campo para ser melhor atendido. Ele segue em avaliação e será substituído por Gustavo Martins caso não possa jogar nesta quarta.

Uma provável escalação do Grêmio para pegar o Athletico na Arena nesta quarta-feira tem: Marchesín; João Pedro, Geromel, Kannemann (Gustavo Martins) e Cuiabano; Villasanti e Du Queiroz (Pepê); Pavon, Cristaldo e Soteldo; JP Galvão.

Renato não quer “tempestade em copo d’água” no Grêmio

Após as duas derrotas seguidas na temporada, primeiro para o Huachipato pela Libertadores e depois para o Vasco, Renato admitiu a necessidade de melhores resultados, mas evitou criar aquilo que chamou de “tempestade em copo d’água”:

“Ninguém gosta de perder. Perdemos em casa na Libertadores, o que não poderia acontecer. Tem coisas que eu sei que estão acontecendo, mas isso converso com meu presidente, o vice, meu executivo. Mas não vamos fazer tempestade num copo d’água. Primeiro tempo não jogamos bem e no segundo tempo melhoramos. Vocês viram, mais uma vez, um erro de arbitragem. Tem certas coisas que fico quieto e prefiro conversar com pessoas do clube”, avaliou.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas