fbpx

Grêmio retira proposta de renovação com Ferreira, mantém risco de saída e faz novo acordo com empresário Pablo Bueno

Atacante voltou a se destacar na vitória de 2x0 diante do Ceará na manhã de domingo

Recuperado de lesão no joelho e de volta ao time titular do Grêmio, com direito a belo gol marcado na vitória de 2×0 frente ao Ceará, na Arena, no domingo, pelo Brasileirão, Ferreira tem situação contratual estagnada neste momento e sem avanços, embora o já conhecido desejo da direção em renovar para ampliar a multa rescisória avaliada em 8 milhões de euros.

Segundo informações do jornalista Eduardo Gabardo, da Rádio Gaúcha, o Grêmio retirou a proposta de renovação no valor de R$ 500 mil por entender que a negociação, neste momento, pode tirar o foco do jogador dentro de campo. E acertou com o empresário Pablo Bueno que as conversas serão retomadas em dezembro logo após o fim do Brasileirão.

Ferreira
Ferreira marcou gol na vitória diante do Ceará – Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Ainda de acordo com o jornalista, o salário atual de Ferreira é de R$ 140 mil mensais, e a multa rescisória de 8 milhões de euros (R$ 41,8 milhões). Caso algum clube faça o depósito, o Grêmio fica com 4 milhões de euros (R$ 20,9 milhões) por não ter toda a porcentagem dos direitos do atleta.

O risco, no entanto, é que algum clube deposite o valor da multa antes de que as conversas para a renovação sejam retomadas. Até dezembro, contudo, o Grêmio se encontra assegurado com o atleta até porque as principais janelas europeias só abrem em janeiro.

Ferreira esteve bem perto de sair do Grêmio recentemente quando o Atlanta United, dos Estados Unidos, notificou o clube de que pagaria a multa rescisória, o que, de última hora, acabou não acontecendo.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas