O valor atualizado da folha de pagamento do Grêmio já contando com todos os reforços

Em campo, tricolor segue trabalhando para vencer o seu sétimo Gauchão seguido

Publicidade

Ciente da necessidade de buscar reforços por conta da temporada longa, que marca o seu retorno à fase de grupos da Libertadores, o Grêmio foi atrás de alguns nomes desde a virada de ano e fechou com um total de sete jogadores. As contratações, claro, tiveram impacto na folha de pagamento mensal do clube, que, segundo informações, está atualmente na casa de R$ 14 milhões.

De acordo com o repórter Eduardo Gabardo, da Rádio Gaúcha, este valor de R$ 14 milhões inclui também os valores pagos para a comissão técnica liderada por Renato Portaluppi, além de direitos de imagem do elenco, impostos, comissões, luvas dos atletas e bônus contratuais por desempenho.

As saídas de jogadores como Ferreira, Bruno Alves e Suárez, além da redução salarial de Geromel, deu fôlego para o Grêmio buscar nomes como Soteldo, Diego Costa, Pavón e Marchesín. Também chegaram outros nomes como Dodi, Du Queiroz e Soteldo. Para o meio do ano, o clube espera ter condições de ampliar espaço na folha para novos reforços.

Renato quer mais reforços no Grêmio

Mantendo o seu estilo sincero a cada entrevista, Renato afirmou com todas as letras, em entrevista ao SBT-RS nesta semana, que espera a chegada de novos reforços no meio do ano. Ele, porém, não citou nomes nem as posições buscadas, mas lembrou do calendário cheio e das dificuldades naturais de cartões, lesões e convocações.

“Eu vejo o meu grupo com algumas carências. E ainda acho que a gente precisa de jogadores com uma qualidade a mais para que a gente possa entrar para disputar uma Libertadores, uma Copa do Brasil, um Brasileirão. Nós tentamos jogadores importantes, eu mesmo falei com eles. Muitos tinham o desejo de vir. Por isso eu não posso dar os nomes. Estou pensando lá na frente. O torcedor iria gostar desses jogadores. Estavam adiantados, mas na Hora H não deu”, comentou o treinador.

Renato
Renato esperando reforços no Grêmio – Foto: Roberto Vinicius/Zona Mista

Direção planeja ser “arrojada”

A partir de 10 de julho, a janela de transferências reabre para eventuais reforços de fora do país. E a direção gremista admite que poderá ser mais “arrojada” em sua busca de jogadores no mercado:

“A gente tem que ver à medida que os fatos vão acontecendo. De recursos que o clube pode ter, de atletas que podem sair. Pode ser que a gente consiga ser mais arrojado no meio do ano. Acredito que a gente conseguiu reforçar bem agora. Talvez, poderemos ser mais arrojados por termos mais recursos. Pode ser que isso facilite, mas como eu falei, um time campeão é feito com construção de tijolinho por tijolinho. Estamos mudando a fotografia do time pouco a pouco e, no meio do ano, teremos uma outra oportunidade para agregar jogadores que possam tornar o time mais forte para a reta final da temporada”, explicou o vice de futebol Antônio Brum, há algumas semanas, em entrevista ao jornal Zero Hora.

Veja mais:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul