Presidente do Inter revela como está atualmente a dívida com D’Alessandro: “Perto de terminar”

Andrés D'Alessandro voltaria ao futebol do Inter em caso de vitória de Roberto Melo no último pleito

Publicidade

O Inter, de acordo com o presidente Alessandro Barcellos, segue caminhando para encerrar em breve a dívida existente com o ex-meia Andrés D’Alessandro, que cobrou publicamente o clube antes do duelo no Beira-Rio contra o Cruzeiro, em 2023, quando ele era coordenador do time mineiro. O mandatário colorado atualizou o caso durante entrevista nesta semana à Rádio Atlântida.

Barcellos ainda relembrou que a dívida com o argentino teve origem em 2013 e que só começou a ser paga na sua própria gestão de 2021 a 2023. Ele reconheceu, no entanto, dificuldades e atrasos em alguns momentos por questão de fluxo de caixa – relembre aqui mais detalhes da dívida:

Veja também:
1 De 5.995

“Essa é uma dívida de 2013 que não foi paga. Quem começou a pagar foi a gestão anterior, que eu já era o presidente. Pagou boa parte e teve dificuldades de fluxo de caixa, atrasou pagamentos, voltou a pagar e tem pagamentos em atraso. Está muito próximo de terminar isso. A gente vai trabalhar para a hora que a gente consiga um folga de caixa. A gente tem prioridades, mas sempre tentamos diminuir a distância de atraso o mais rápido possível”, disse Barcellos.

D’Alessandro poderia ter voltado ao Inter

Após ter encerrado a sua passagem no futebol do Cruzeiro em 2023, D’Alessandro acertou com o candidato Roberto Melo o retorno ao Inter em caso de vitória nas eleições. Ele seria coordenador de futebol do clube, mas não retornou ao Beira-Rio exatamente por conta da reeleição de Barcellos. Melo também havia anunciado a volta de Abel Braga para o cargo de diretor-técnico.

Leia mais:

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas