fbpx

D’Alessandro relembra passado recente do Inter e diz que situação com Coudet deveria ter sido diferente

Ex-meia argentino voltou a falar do treinador colorado da temporada de 2020

Multicampeão pelo Inter e ídolo histórico da torcida, Andrés D’Alessandro voltou a aparecer com destaque na mídia gaúcha nesta semana pela entrevista dada à Rádio Bandeirantes. Em um dos trechos, falou novamente sobre a conturbada saída do argentino Eduardo Coudet do comando do time em novembro de 2020 e admitiu que não concordou com a forma como ocorreu.

O Inter liderava o Brasileirão naquela ocasião e seguia vivo nos mata-matas da Copa do Brasil e da Libertadores. Pouco depois, Coudet foi para o Celta de Vigo, onde permanece.

“Chacho é fenômeno, um trabalho muito bom. Não gostei da saída dele, o jeito que tudo foi conduzido. Poderia ter ficado, estava em um momento importante do campeonato, líder. Acho que iria chegar brigando lá no final, com chances de ser campeão. Foi muito bom trabalhar com ele, sou amigo dele obviamente, é um cara bem bacana”, opinou D’Ale.

D’Alessandro voltou ao Beira-Rio em um contrato de quatro meses para se despedir da torcida neste ano. No clube, encontrou uma tentativa de projeto com Alexander Medina, que não vingou e foi demitido logo após a primeira rodada do Brasileirão e novo tropeço na Sul-Americana.

“Não estou isentando ele de culpa, mas existe a questão da chegada de reforços, conhecer a cultura do futebol brasileiro. Ele pediu reforços, chegaram ontem”, opinou o ex-camisa 10.

CLIQUE NAS MANCHETES ABAIXO PARA LER MAIS NOTÍCIAS SOBRE O INTER:

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas