D’Alessandro admite ter “saído na mão” com ex-lateral do Inter: “Depois criamos respeito”

Ex-meia contou algumas das suas histórias no colorado em nova entrevista

Uma das histórias mais polêmicas do elenco vencedor do Inter de 2009 a 2010 ganhou a confirmação de um dos envolvidos, Andrés D’Alessandro, em nova entrevista dada nesta semana. Em bate-papo com o Charla Podcast, no YouTube, o ex-jogador argentino admitiu ter “saído na mão” com o ex-lateral-esquerdo Kleber em um treino na reta final da temporada de 2009, quando o treinador colorado já era Mário Sérgio.

D’Alessandro contou que, naquele período, ainda não se considerava um amigo de Kleber, mas que ambos tinham boa relação e que não havia nada “pendente” entre ambos. Por isso, a briga se deu apenas por uma “batida” durante um treino com bola:

Veja também:
1 De 6.102

“Sobre o Kleber na época, não éramos amigos, mas a gente se dava muito bem. E teve uma batida no treino e a gente começou a sair na mão. A gente não tinha problema um com outro, algo para solucionar. O Mário Sergio fechou a roda, do tipo ‘vai agora’. E o Mário era meio maluco com essas coisas Mas era gente boa, um cara da bola. Hoje, eu e o Kleber nos falamos uma vez por semana”, lembrou D’Alessandro.

Foi a partir deste episódio que D’Alessandro e Kleber, segundo conta o argentino, passaram a se respeita e se defender ainda mais. Hoje, são amigos. D’Ale ainda conta que trabalhou com o filho do lateral no ano passado, quando era coordenador de futebol do Cruzeiro.

“Depois disso, criamos um grande respeito um pelo outro e qualquer coisinha a gente se defendia dentro do campo. Um defendia o outro. Trabalhei com o filho dele no ano passado no sub-17 do Cruzeiro, é driblador, atacante, chuta com as duas. A gente se reuniu em Belo Horizonte, almoçamos. Temos uma relação hoje muito boa com Kleber”, acrescentou D’Alessandro.

São Paulo tentou tirar D’Alessandro do Inter

Outra história praticamente inédita contada por D’Alessandro nesta entrevista foi o interesse do São Paulo em sua contratação na temporada de 2012, mesmo ano em que também esteve perto de trocar o Inter pelo lucrativo futebol da China.

“Fui em um jogo do Corinthians contra o Flamengo há alguns anos no Itaquerão. Botei um boné, passei perto da Fiel. Mas só cumprimentos, pessoal querendo tirar foto. Muita gente me dizendo: ‘Tu tem a cara do Corinthians, tinha que ter jogado aqui’. Do Brasil, eu tive sondagem do São Paulo. Pelo que lembro, foi em 2012”, comentou D’Alessandro, que encerrou oficialmente a sua carreira no começo do Brasileirão de 2022.

LEIA MAIS DO INTER:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas