Coudet se rende ao talento de Alan Patrick e faz elogio curioso: “Um filho da p… de um jogador”

Técnico Eduardo Coudet está muito satisfeito com o futebol do seu camisa 10

Publicidade

Como se acostumou a fazer durante toda a temporada, Alan Patrick novamente foi decisivo na vitória do Inter por 3×2 sobre o Grêmio, domingo, no Gre-Nal 440 no Beira-Rio, recebendo elogios inusitados do técnico Eduardo Coudet na coletiva pós-jogo. O camisa 10 ditou o ritmo da partida, deu assistência para Enner Valencia e também fez o seu gol no triunfo no clássico.

“O Alan Patrick é o nosso capitão, é o nosso líder futebolístico. Tem um grande caráter. Ele faz um futebol de compreensão, de ocupação de espaços e de liberação de espaços. É um ‘filho da p..’ de um jogador porque tem tanta tranquilidade para definir os lances. É um jogador muito importante para o Inter e para o grupo”, declarou Coudet, em fala registrada pelo site do Correio do Povo.

Veja também:
1 De 6.017

“Eu fico feliz por ter vencido, fico feliz pelos jogadores e pela torcida, que merecia este carinho. Ficamos muito doloridos por conta da eliminação e merecíamos esta vitória. Ainda bem que pudemos presentear a nossa torcida. Fizemos um grande espetáculo, ainda que não tenhamos feito um placar mais elástico, mas vencemos”, ampliou Coudet, sobre o jogo.

Alan Patrick fala da atual fase

Depois do clássico, Alan Patrick parou para conversar com jornalistas na zona mista do Beira-Rio e comentou o momento individual especial que vem vivendo pelo Inter em 2023:

“Nos últimos anos, eu vinha numa sequência boa, com rendimentos bons até mesmo no Shakhtar. Está sendo um ano especial para mim. Agora, temos de seguir fortes no Brasileirão e tentar dar uma arrancada para chegar à zona da Libertadores”, projetou o meia.

Agora no 12° lugar da tabela de classificação do Brasileirão com 32 pontos, o Inter só volta a jogar na outra quarta-feira, dia 18, fora de casa, diante do Bahia, a partir das 21h30.

Canal WhatsApp - Zona Mista Inter

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas