fbpx

Bolzan diz que “não adianta chorar o leite derramado” e volta a fazer contas para a Libertadores: “E se o Grêmio engrena?”

Presidente tricolor segue otimista com as chances do time na sequência do Brasileirão

Em entrevista concedida à Rádio Gaúcha nesta sexta-feira, o presidente gremista Romildo Bolzan Jr tratou de botar uma pedra em cima da goleada sofrida de 4×0 para o Flamengo pela Copa do Brasil. Segundo ele, não adianta “chorar o leite derramado” e o foco do clube tem que ser a continuidade no Brasileirão.

LEIA MAIS – Herrmann vê Flamengo com “sorte”, revela como Ferreira reagiu aos xingamentos e esquece Copa do Brasil: “Já era”

Apesar da momentânea presença do Grêmio na zona do rebaixamento, sendo o 17° com 16 pontos, Bolzan relembrou a distância de oito pontos para o primeiro classificado à Libertadores e disse que vem conversando com o técnico Felipão sobre isso:

“O grupo de jogadores se mostrou desconfortável, mostrou indignação. O treinador fez a autocrítica e, de nossa parte, acabou aqui. Temos um jogo no sábado, importantíssimo. Então, não temos mais que chorar no leite derramado. Quem quiser seguir falando sobre isso, pode seguir. Mas, para nós, acabou. Acho que foram aprendidas as lições. O Grêmio é uma equipe que precisa ter um certo resguardo. Agora temos de fazer grandes partidas contra Corinthians e Ceará e tentar somar seis pontos em casa, que são imperiosos. Se ficar remoendo coisas ruins, nós atraímos coisas ruins. Vamos para a frente”, disse sobre a derrota de quarta, antes de acrescentar:

“Eu conversava com o Luiz Felipe (Scolari), que estamos a oito pontos da zona da Libertadores (posição do Corinthians). E se o Grêmio engrena? Então, vamos com calma. Existe um ambiente muito nervoso e, ao mesmo tempo, muito sensato. Estamos trabalhando para sair e vamos sair”.

Para Bolzan, as chegadas de nomes como Borja e Villasanti podem representar uma arrancada positiva para o clube:

“É uma questão de encaixe. Se tu pegar o Borja e o Villasanti, eles só perderam para o Flamengo. No Brasileiro, venceram. O tempo vai dizer, mas eu parto do princípio que o time está sendo remontado, sendo preparado para uma perspectiva de futuro, para o ano que vem. Nós sabemos que este ano será um ano de transição, extremamente difícil. Em 2015, também fizemos um trabalho de transição e chegamos em terceiro lugar. Há essa consciência de que as contratações foram muito boas e vão encaixar no devido tempo. Depois que melhorarmos na tabela, todo mundo vai mostrar a que veio”, concluiu.

O duelo entre Grêmio x Corinthians está marcado para começar às 21h deste sábado na Arena.

Gostou do site? Então deixe sua curtida:

Publicidade

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas