Barcos, ex-Grêmio, faz gol inusitado no empate do seu time pela Libertadores; assista

Ex-centroavante gremista segue em atividade no alto dos seus 40 anos

Publicidade

Em plena atividade no alto dos seus 40 anos, o ex-centroavante do Grêmio, Hernán Barcos, voltou a balançar as redes na Libertadores com a camisa do Alianza Lima, do Peru, na noite desta quarta-feira. De forma inusitada, ele aproveitou um tremendo vacilo da zaga do Colo-Colo, do Chile, praticamente só tendo o trabalho de colocar a cabeça na bola para fazer.

O gol do Pirata, no entanto, não foi suficiente para o Alianza Lima sair com a vitória e o jogo terminou empatado em 1×1. Os peruanos estão na lanterna no Grupo A com 4 pontos ganhos e encerram a fase classificatória fora, contra o Fluminense, no dia 29 – veja aqui a tabela atualizada da fase de grupos da Libertadores.


Vestindo a camisa do Grêmio entre 2013 e 2014, Barcos entrou para a história ao se tornar o jogador estrangeiro com mais gols marcados pelo clube. Foram, no total, 112 partidas e 45 gols feitos. Apesar dos bons números, ele não conquistou títulos nesta passagem.

Grêmio define o local dos seus jogos

Enquanto isso, o Grêmio definiu nas últimas horas os detalhes de sua volta ao futebol mesmo em meio à trágica enchente que afeta o Rio Grande do Sul. A partir de sexta-feira, o elenco trabalhará no CT do Corinthians, enquanto os dois próximos jogos como mandante na Libertadores será no Estádio Couto Pereira, do Coritiba, em Curitiba-PR. Já o Brasileirão foi oficialmente adiado em duas rodadas pela CBF, voltando a partir de junho.

“Treinar em São Paulo, a gente tinha que treinar em algum lugar. No momento, foi o melhor local que nós encontramos, no CT do Corinthians e em Curitiba eu pedi para jogar lá por que o campo é bom e é um estado que a torcida do Grêmio tem torcida lá. A gente tem torcida em Santa Catarina… se alguém de Porto Alegre quiser ir pra lá, é a cidade mais perto. Se a gente pudesse juntar a nossa torcida, pois a gente vai precisar dela”, opinou o técnico Renato Portaluppi em entrevista ao jornalista Diogo Rossi.

Leia mais notícias:

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas