Inter admite muitas perdas no CT por conta do acúmulo de água: “Prazo de 120 dias ou mais”

Vice-presidente Victor Grunberg conversou com a imprensa durante esta quarta-feira

Publicidade

Através de uma entrevista coletiva do vice-presidente Victor Grunberg, o Inter atualizou a situação do seu patrimônio e começou a calcular os danos causados pela enchente em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul. O clube informou que a água chegou a 60 centímetros dentro do gramado do Beira-Rio; no CT Parque Gigante, os danos são ainda piores.

“Só vamos conseguir mensurar quando a água baixar. Tivemos muitas perdas no nosso CT. No estádio e Gigantinho a água entrou. Perdemos o nosso campo, a água chegou em 60 centímetros, perdemos a grama de inverno. Vai levar um prazo entre 45 e 60 dias. Vamos começar um trabalho de limpeza e sanitização”, informou Grunberg, em declaração recuperada pelo portal GZH.

“Agora que as bombas estão funcionando, a água baixou. Chegou ao nível 1 do estádio, na segunda fileira (da arquibancada), os bancos da casamata estavam no centro do gramado. A partir de agora, é fazer o rescaldo dos danos patrimoniais”, ampliou.

O CT do Inter

Enquanto a direção colorada calcula de 60 a 90 dias para usar novamente o Beira-Rio para jogos, o prazo para o CT Parque Gigante é bem maior e chega a 120 dias “ou mais”, segundo Grunberg. “Prazo bem realista. No mínimo, 60 a 90 dias (para o estádio receber jogos). Não quero me comprometer com esse prazo. No CT, quando a água baixar, o prazo é de 120 dias ou mais”, afirmou.

No momento, o Inter está treinando no Complexo Esportivo da PUCRS, cujo gramado é bem avaliado pela comissão técnica. Porém, não há estrutura interna capaz de suportar uma rotina intensa de trabalho de uma equipe de nível profissional. Até o final desta semana, o clube deverá informar a saída do Rio Grande do Sul e os seus novos locais temporários de treinos e jogos.

Ajude o Rio Grande do Sul – Doe pelo PIX – CNPJ: 92.958.800/0001-38

Ajude o Rio Grande do Sul
Chave PIX - CNPJ: 92.958.800/0001-38 Instituição: Banrisul Nome: SOS Rio Grande do Sul