Wesley comenta temperamento de Coudet e brinca com portunhol: “Não dá para entender nada”

Atacante vem se destacando bastante na temporada colorada de 2024

Cada vez mais afirmado no time do Inter, Wesley deposita no técnico Eduardo Coudet boa parte dos méritos de sua boa fase, corroborada na última quarta-feira com um golaço na vitória de 1×0 sobre o Corinthians, pelo Brasileirão, no Orlando Scarpelli, em Santa Catarina. À ESPN, o atacante falou da relação com o treinador e brincou com o “portunhol” do chefe, principalmente na beira de campo:

“Sobre o temperamento do Coudet, a gente releva um pouco. Ele é agitado ali na beira do campo e às vezes não dá para entender nada do que ele está falando no portunhol dele. Mas a gente tenta buscar o máximo para entender o que ele pede para nós dentro do campo”, disse Wesley.

Veja também:
1 De 6.102

Wesley também falou de Coudet pós-jogo

Depois da vitória no meio de semana contra o Corinthians, Wesley também conversou com a imprensa na saída de campo e falou do quanto a “mudança de ares” na sua carreira fez bem. Ele, além disso, deu méritos para Coudet pelo seu gol e pelo resultado diante dos paulistas:

“A mudança de ares foi muito importante para mim. Não tive um ano muito bom no Cruzeiro, mas virei a página rapidamente para ajudar o Inter. A gente precisa mais disso, de chutar a gol. Algumas vezes valorizamos demais a jogada. O Coudet pegou no pé durante a semana para definirmos mais as jogadas. Então, hoje vai na conta dele”, disse.

Em grande fase, Wesley é presença certa no time do Inter para encarar o rival Grêmio, neste sábado, às 17h30, no Couto Pereira-PR, pelo Brasileirão.

LEIA MAIS:

Utilizamos cookies. Aceitar Ler políticas